Wednesday, December 05, 2012

Pequeno negociador

No restaurante do avô, fazíamos palavras-cruzadas; eu ensinava-lhe o método, e ele contava atento o número de quadrados em cada linha ou coluna, para procurarmos a meias, as palavras que lá cabiam. Até que se lembrou:

Ele - Madrinha, eu gostava de ver uma baleia.

Eu - Mas uma baleia é muitíssimo grande, e vive lá no fundinho do mar, bem lá no fundo, não a podemos ir lá ver.

Ele - Mas podíamos pôr num aquário gigante.

Eu - Como um oceanário? Só com uma baleia?

Ele - Sim, como isso!

Eu - Mas tu já viste que tinha que ser mesmo muito grande, só para ter lá uma baleia? Já viste como isso ia ficar caro?

Ele - Madrinhaaaaaa, é mesmo assim, dinheiro gera dinheiro, quem não gasta, não ganha, é preciso investir!!!


A entoação era de quem estava convicto do que estava a dizer! A defender uma ideia, para ele muito clara! Aos oito anos já é assim, um pequeno negociador. Tal&qual o paizinho. :)

No comments: