Thursday, June 21, 2012

O caracol, esse bicho gostoso

No passado domingo houve caracolada no terraço. Quem me conhece sabe que não foi por Portugal ter jogado, foi só porque havia a boa disposição de um grupo de amigos dispostos a partilhar uma tarde de primavera e umas boas gargalhadas. Nada melhor do que caracóis para acompanhar a tarde, porque na verdade, caracóis é um petisco que vai bem com tudo. A peninha é que a malta cá de cima ainda não tenha descoberto isso. A culpa é essencialmente cultural e preconceituosa. Ninguém lhes ensina a comer e todos os acham nojentos, então nunca se prova e por isso nunca se sabe se se gosta, mas vive-se na eterna certeza de que não, não gostam. Enfim, depois de passar uma tarde à procura de uma esplanada onde servissem caracóis, decidi que da próxima vez que fosse a casa dos papás, trazia de lá os bichos e havia de os fazer cá. E assim foi. Lá vieram os 5 litros - e não kilos!! Porque o caracol vende-se ao litro e não ao kilo, de outra forma bem que podiamos lá estar ainda a comê-los - que preparei à moda da mamã e que ficaram uma delícia! E como as coisas boas são para partilhar, aqui vos deixo a receita, a tradicional, simples, caseira (e sem bacons e chouriças), a receita dos caracóis:


Para 5 litros (e não kilos!):


  • Lavar os caracóis muito bem lavados, aproximadamente durante 1 hora. Colocam-se num alguidar e enche-se de água, em cada mão seguramos alguns e esfregamo-los uns nos outros, dentro de água. O processo repete-se algumas vezes, depois cada mão cheia passa para um alguidar vazio que depois se volta a encher de água para se lavar mais uma vez.
  • Depois de bem lavados, isto é, quando a água estiver limpa, colocam-se os caracóis num tacho e cobrem-se de água. Ficam em lume muito brando (5 na placa de indução) até ao levantarmos a tampa, nenhum deles lá estar colado - quando já estão a dormir :) Assim todos ficam com a cabeça de fora porque adormecem muito lentamente.
  • Nesta altura podemos levantar o lume, mas não muito para não vir por fora e colocar os temperos:
    • 10 dentes de alho descascados
    • 3 caldos knorr de galinha
    • 4 malaguetas
    • Sal grosso q.b.
    • Oregãos secos q.b.
  • Para os caracóis ficarem bons de sal, a água tem que estar salgada; também é aconselhado retirar os oregãos antes de servir, porque ao ficarem na água, podem intensificar demasiado o sabor, por isso normalmente usamos ramos de oregãos, ao invés das folhas em sacos.
  • Fervem por 20 minutos, onde é normal aparecer uma espuma ao de cima do tacho, vai variar com a qualidade dos caracóis e deve ser retirada com uma espumadeira.

E é isto, garantidamente deliciosos, combinam com uma tarde de sol, umas minis e boa companhia!


2 comments:

Anonymous said...

Alguma malta cá de cima, leia-se EU, gosta muito do "caracol, esse bicho gostoso" :)
Beijo e obrigada pelo menu de domingo!
Catarina

Di said...

Ai ai Catarinuxa, se não fosses tu, não sei!!! Qualquer dia, perdemos a cabeça, e fazemos tudo outra vez!! :)
*****