Thursday, March 01, 2012

As pessoas

As pessoas não mudam, é um frase batida e para muitos uma verdade inegável.

As pessoas não mudam, crescem, amadurecem, envelhecem, criam novas opiniões, descuidam velhas, vivenciam novas experiências, aprendem coisas novas, ouvem, pensam, reflectem sobre o que lhes é dito. As pessoas não mudam, sofrem, choram, perdem dias, coleccionam traumas, ganham rugas e marcas na alma que passam a fazer parte delas. As pessoas não mudam, apenas se transformam todos os dias, um pouco de cada vez, muito subliminarmente, de forma a que nem elas próprias saibam. As pessoas não mudam, mas não são as mesmas ao fim de dez, vinte, trinta, quarenta anos. As pessoas que não mudam são aquelas que têm que aprender da forma mais difícil que deveriam ter mudado, que é preciso mudar, pensar e compreender que o dia de hoje não é igual ao de ontem e não será igual ao de amanhã e que por isso não podemos continuar a vivê-los todos da mesma forma, como se nada tivesse mudado à nossa volta. As pessoas que não mudam são aquelas que vivem mais acorrentadas, mais dependentes do passado e que já se não lembram porquê. As pessoas que não mudam são as que mais precisam de mudar, porque entretanto não são as mesmas e não intervieram na sua própria mudança. Estas pessoas, são desconhecidos que habitam um conhecido corpo que pensam ser suficiente. A estas pessoas falta-lhes o mais importante: a consciência.


As pessoas mudam e nós podemos ajudar essa mudança. Desistir de acreditar, é desistir de viver.

No comments: