Tuesday, October 11, 2011

Um erro comum

Se há pessoas que agradecem quando as corrigimos, outras há porém, que ficam a desejar que não existíssemos naquele momento. Nem sempre é fácil ser-se corrigido, mas é sempre uma nova oportunidade de aniquilar para sempre aquele erro. Refiro-me a erros gramaticais, de português corrente, falado ou escrito. Um erro muito comum é o "houveram muitos problemas hoje", porque realmente os problemas existiram, mas não "houveram". Até pode não "soar" bem, mas a forma correcta é "houve muitos problemas hoje" (e só não soa bem, porque não estamos habituados!). Isto porque o verbo haver é impessoal quando aplicado no sentido de existir, acontecer, e assim sendo, não tem sujeito e deve ser sempre empregue na terceira pessoa do singular: houve. No entanto, a palavra houveram existe e pode ser utilizada, mas apenas no sentido de ter, como por exemplo "Houveram de esperar muito tempo" - e outra vez, não soa bem, mas não quer dizer que esteja incorrecto.

Sempre a aprender, ahn?? :)


Meus amigos, isto é quase serviço público :P

No comments: