Thursday, January 06, 2011

Aniversário, Natal, Passagem de Ano, Ano Novo, Ano Velho e mais qualquer coisa que não me lembro agora

Eu pertenço àquele grupo de pessoas que faz anos no último mês do ano. Tenho para mim que se houvesse outro mês depois de Dezembro, o meu aniversário seria nesse mesmo mês, só para irritar. Fica-se na mesma com mais um aninho no lombo, mas como vem logo o Natal e a passagem para o novo ano, a malta quase não dá conta que já carrego mais esse aninho; fica mais disfarçado. E é este o meu truque para não envelhecer. Pronto, já disse! :)
O ano de 2010 terminou num ápice acompanhado de um turbilhão de emoções e incertezas que me roubaram todo o tempo (o tempo, mais uma vez o tempo!) que tinha dedicado àqueles posts clichés de Natal, Passagem de Ano e, no meu caso, aniversário. Ficou-me a sensação que está alguma coisa por dizer e este post vem nesse sentido. No meu dia de anos foi-me dito que teria de abandonar o projecto onde estava. Mais que mudar de equipa e de chefia, tinha que mudar de line. Não de cidade, mas naquele dia nem disso tinham a certeza. Os motivos não eram justos porque, mais uma vez, era uma questão de números: o projecto não vende e há que realocar pessoas. Para tudo isto me acontecer assim, de um dia para o outro, na altura em que foi e, concretamente, no dia do meu aniversário, só podia ser bom. Não era justo se não fosse bom. Como eu acredito que nada é por acaso, acatei a decisão com ânimo e optimismo. É um novo desafio, uma nova equipa, são outras pessoas e é principalmente a oportunidade de aprender mais, de crescer, evoluir. É isso que pretendo fazer. Foram três anos no mesmo projecto, há quem defenda que é a altura ideal para se mudar, eu vou acreditar que sim. A saudade vai comigo, das pessoas principalmente (até dos indis, váhhh!!), mas vai também a certeza de dever cumprido, de ter dado o meu melhor e da minha falta se fazer notar. Vai ser bom que eu sei!
E posto isto, para quê a tradicional "todo list" de início de ano? Em 2011 tudo começou por ser diferente e não tive que ponderar ou escolher caminhos porque simplesmente.... aconteceu. A diferença está na forma como encaramos o que nos vai "acontecendo". Para a frente é que é caminho e é isso mesmo que planeio fazer: andar para a frente e olhar muito pouco para o que já passou.

Ano novo, vida nova!

2 comments:

Luis said...

nem mais!
Feliz ano 2011 pra ti e pros teus.

Di said...

Obrigadinhaasss giruuu! Tudo de bom neste novo aninho também para ti e para todos os que mais gostas.
***