Wednesday, August 25, 2010

Sonhei

Este sonho tive-o nas férias, mas era tudo tão claro, que não me sai da cabeça...

Sonhei que ainda morávamos em Pinheiro da Cruz (iiixxx, aos anos!) e que estava em casa com a minha mãe. De repente o céu tornou-se escuro, avermelhado ao mesmo tempo, e eu soube que algo a arder se dirigia àquele sítio, então disse à minha mãe que tinhamos que sair de casa imediatamente. Ora ela (teimosinha a minha mãe, até em sonhos :) ), não queria sair. Entretanto o meu irmão Z. também estava connosco e lá fomos todos para longe. Fomos para o Monte, que se chama assim por ser, obviamente, um sítio mais alto, e de lá assistimos a tudo. Vinha do céu, a arder, uma casa. Uma casa a arder do céu - só mesmo nos meus sonhos! Muito grande e enquanto ardia, girava no céu e descia a uma velocidade cada vez maior. Ainda hoje consigo ver a casa a rodopiar e a arder ao mesmo tempo; via-se bem os contornos da casa, as arestas a arder. Quando a casa por fim atingiu o solo, eis que se levanta um fogo de artifício colorido onde espirravam cores por todo o céu preto, e nós ali, a ver tudo lá do alto.

E foi isto. Sempre muito normais. :)

Tuesday, August 24, 2010

Não me admiro

Que haja alturas em que as pessoas percam a paciência com os computadores e façam coisas como esta. MESMO. Irrita-me software que faz o que lhe apetece. Apetece-lhe roer umas tarefas, rói e uma pessoa que espere. Este Ruwindows tem muita tendência a isso, fazer o que lhe apetece. Só não faz é nada de jeito......

Beirut

O Non Sense mostrou-me isto:



E eu gostei sim senhores! :)

Monday, August 23, 2010

A chover

Quando chove e faz vento, e faz vento e chove, e faz mais vento e chove. Não é bonito andar de bicicleta. Mas eu, acabadinha de chegar de férias, com um sorriso de férias na cara :) e a achar que posso tudo, não só fui de manga curta como ainda levei sandálias (de tiras!!!), e lá fui, muito contente para o primeiro dia de trabalho! Para lá tudo bem, que era de manhã e estava "um bocadinho enublado". De manhã choveu que se fartou, mas à hora de almoço eu pensei que eram só umas pinguinhas......e eram, mas todas juntas molhavam muito. :S

Só uma mentirinha

Durante as férias falámos em ir ao casino, ele não gosta da conversa porque sabe que não pode entrar e pergunta-me porque queremos ir a um sítio onde ele não pode entrar :)

Ele - E o pai vai?

Eu - Vai, vai com o J. e eu e a mãe ficamos contigo.

Ele - E quando é que eu posso ir também?

Eu - Iixx amor....só podem entrar meninos com mais de dezoito anos, ainda falta muito para poderes entrar!

Ele - Oh Madrinha, sabes.....uma vez eu fui andar de mota com o pai, fomos à barragem, sabes?....então, ele disse-me que se aparecesse um polícia, para eu não dizer que tenho seis anos - e abanava o dedo a dizer que não -, para dizer que tinha sete, porque assim já podia andar com o pai na mota que eles não multavam a gente!

Eu - .....Então e queres dizer que tens dezoito???

Ele - Sim!!!!!

Eu ri-me muito.....!

Ele - Oh Madrinha......era só uma mentirinha!!!

:)

Não é porque as pessoas não acreditem que ele tenha dezoito anos em vez de seis, é só porque é uma mentirinha tão pequena......que ninguém ia notar! :D



Aaahhhh e passa sempre tão depressa.....!

Friday, August 06, 2010

De férias

Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.....gora. :D

Fui.

*****

Thursday, August 05, 2010

De bicicleta

Tenho andado preguiçosa no que toca a posts. Não que não haja assunto (isso há sempre!), mas não tem havido vontade - e reparem que já nem digo tempo, estou quase curada do síndroma do "não-tenho-tempo".

Mas o post em que mais tenho pensado é mesmo neste:

Fez a semana passada quatro semanas que venho de bicicleta para o trabalho. :) Sim senhores, sou uma desportista (....ou não)!!! Para aqueles que se riam muito quando eu dizia que, quando mudasse de casa, ia comprar uma bicicleta para vir para o trabalho - aqui têm! São 10 minutos para cada lado e ainda vou almoçar a casa. Feitas as contas são cerca de 12 km por dia, o que na época de saldos passa a 16, quiçá 20 km, com as passagens pelo fórum, lojas.... :) Pois, não é porque se anda de bicicleta que não se fazem as coisinhas normais, como ir às compras, fazer o avio (mais moderado) lá para casa, etc. Claro que para tudo isto, já muni o veículo de um cestinho (tãaaaoooo gaija!) e uns alforges para poder carregar tudo! E depois é ver-me pedalar, pedalar....!

De facto, andar de bicicleta mudou tudo. Mudou a visão da cidade, a temperatura (porque agora em Aveiro está sempre calor, só depende da velocidade com que se pedala!), a actividade física e até a disposição; porque se sente o calor do sol logo de manhã, porque se cheiram as flores e as árvores pelo caminho, porque se ouvem os passarinhos a cantar....é tudo mais natural e mais bonito! :)

As vantagens são óbvias:

- É mais saudável
- É mais barato
- Ajuda a libertar o stress
- Posso estacionar em (quase) qualquer lado
- Tenho sempre estacionamento perto dos sítios onde quero ficar
- Caibo nas ruas estreitas :)

As desvantagens ou coisinhas que às vezes chateiam, também as há:

- Passado um mês ainda me dói o rabinho - sim, sim não é bonito de se dizer mas é verdade!!!
- Transpira-se um bocadinho no início
- Buracos na estrada ou pavimentos em mau estado são um suplício - e isto é sentido no rabinho....
- Ainda não há muito respeito pelos ciclistas na cidade, as pessoas acham que não temos o direito de andar na estrada....

Enfim, como tudo tem vantagens e desvantagens, mas tem valido muito a pena! Enquanto nao chega o Inverno e a elíptica não se muda para a casa nova, o conceito de desporto vai ser este. :)

Morderam-me no olho

Isto dito assim não soa bem, mas não há forma bonita de o dizer....só mais explícita! Já vamos na segunda noite de rambóia com as melgas. Eu queria aqui a dizer a algumas delas, as que estão a ler este post e não as que ficaram esborrachadas ontem em qualquer canto do quarto, para arranjarem uma vida só para elas e não se intrometerem no soninho descansado das pessoas que trabalham. O MQT desistiu de acordar com aquele zzummmmmZZUUUMMMmmmmZZuummm e foi dormir para a sala. A sensação foi de que a melga seria eu o_O Mas como o sono era muito, virei-me para o outro lado, puxei o lençol bem para cima e continuei o meu sono. Hoje acordei com o olho inchado, pelo que a dúvida permanece no ar: será que as amigas melgas foram chamar amigos? Será que foi outro tipo de bicho que me sugou a pálpebra? Será??? Não sei. Mas pelo sim pelo não, hoje fecho a janela ao final da tarde. :S