Wednesday, June 16, 2010

Pra quê?

Tens que estudar.
Para quê?
Para teres um emprego.
Para quê?
Para teres dinheiro para comprares a tua casa.
Para quê?
Para teres filhos.
Para quê?
Para eles estudarem.
Para quê?
Para terem um emprego.
....


É impressão minha, ou às vezes parece que andamos todos em loop sem saber bem porquê ou "para quê"?? Se não for para nos sentirmos vivos, para gozarmos o que temos, para estar com quem gostamos, de que vale trabalhar muito, ter um bom emprego ou ter muito dinheiro?....
Parece trivial, mas há ainda muita gente a seguir o "protocolo" do "tem que ser" ou do "é assim que se faz", sem correr riscos, sem ousar pensar para além do que lhes foi dito que se fazia ou como se fazia. Vamos lá a acordar para vida, porque os anos passam por todos e amanhã pode ser tarde demais.

10 comments:

neqm said...

Mais uma vez, em cheio na bomboca!

Di said...

Na bomboca? Isso é tipo "força na maionese"?!? :P

Luis said...

Yah... Muitas pessoas vivem na ansia de conquistar o 'American Dream': nascer, crescer, estudar, emprego, casar, ter filhos, reforma e ...fim! Porque sempre lhes foi dito que é isso é que é bom e porque pararam no tempo.

Mas acho que já foi pior... Hoje em dia nem todas as pessoas tem os mesmos objectivos de vida... Como é o 'Para quê' das pessoas que, por exemplo, não têm, nem querem ter, filhos? Alguns hippies, por exemplo, não tem emprego e no entanto têm filhos e, muitas das vezes, grandes rebanhos. E, acredita que, por vezes, são bem mais felizes do que pessoas que tem bons empregos e os bolsos cheios de notas.

Esta é a minha versão do 'Para quê':

Tens que estudar.
Para quê?
Para teres um emprego.
Para quê?
Para teres dinheiro para comprares a tua casa, o teu carro, as tuas coisas. Para viajares quando de ter na telha, para ires de quando em vez ao restaurante porque estás demasiado preguiçoso para cozinhar, para comprar coisas que são completamente inúteis, para a roupa, para a comida, para água, para a luz, para o gás, PARA OS IMPOSTOS, para a reforma, para dar a quem mais precisa, para te divertires, para a cerveja, para as ganzas, para oferecer prendas a pessoas que fazem parte da tua vida, para... cenas!
Para quê?
Boa pergunta... Para algumas coisas porque tem que ser (impostos, agua, luz, etc) e para as outras, porque é o que me dá prazer.

ponto

Di said...

Gostei da tua versão do "Pra quê", assim todos tivessem a sua!! O problema das pessoas (na sua maioria) é não se questionarem o suficiente, é não pararem para pensar o que querem ou não fazer e porquê, para quê....! "Eu faço por uma razão e não porque me dizem para fazer", é isto que faz falta!

;)

Littlewar said...

Em forma de resumo, a vida não pode ser um algoritmo recursivo. Deve ser sim loop infinito sem condições (que nerd!!!).

Di said...

Aaaahhhhh tinha que vir a piadinha informática!!! :P

Mas se é um loop, ainda que infinito, não está sempre a fazer a mesma coisa? Não está a ser mais do mesmo?? Tu não te enganes no statement, que mesmo sem condições, podes sempre ficar preso lá dentro!! :)

Littlewar said...

Estou a falar no que diz respeito a um bom programador, é que claro que um newbie comete esses erros básicos :)

Di said...

Uuhhhhhhh!!! Sabes que isso também significa que tás velho, não sabes??? ehehehehehe :P

Littlewar said...

Não respondo a provocações.

Di said...

:)