Wednesday, May 20, 2009

Tuesday, May 19, 2009

Contagem decrescente


Sexta, 22 - Monumental Serenata
Sábado, 23 - Morcheeba
Domingo, 24 - Terrakota
Segunda, 25 - Zé Mendes e Quim Barreiros
Terça, 26 - Tara Perdida e Rita RedShoes
Quarta, 27 - Noite de Tunas e Chave de Ouro
Quinta, 28 - Hakuna Matata e José Cid
Sexta, 29 - Buraka Som Sistema
Sábado, 30 - Rui Veloso
Domingo, 31 - Cortejo Académico




Mais uma, que para mim talvez seja a última....pelo menos a mais próxima será, sem dúvida esta! Ainda ontem andava a esfregar loiça lá em casa e este ano já vai queimar.....como o tempo passa! E que bem que ele passou ;)

An apple a day keeps the doctor away!

Dia da maçã. É hoje. E tu, já lhe deste uma dentada?

Friday, May 15, 2009

?

Xuxudenguinhu, xuxudenguinhu.......


O que é isto??!?!? OqueStrada.........muito estranho. :|

Sunday, May 10, 2009

Piolhos

Para quem nunca os viu, eles são

"...como gafanhotos: saltam e depois moldem!"

Ai a inocência.....! :)

Giruuuu!

Digital

Na era do digital, tinha que haver uma forma de ler livros em formato digital que fosse tão ou mais fácil, do que ler um livro no formato, digamos, físico. Devem haver outros, mas o último que ouvi falar foi o Kindle, da Amazon. Tem este aspecto

e promete poupar a vida de algumas árvores. Nesta perspectiva é bastante interessante, até porque tem um tamanho e formato bastante favorável às mais diversas posições de leitura. Entre muitas das vantagens, está a possibilidade de marcar palavras desconhecidas e aceder ao seu significado no momento, bem como guardar passagens de um livro muito mais facilmente. Não deixa de ser interessante, sem dúvida! Quando ouvi falar neste acessório, pensei logo na minha mãe ou no Oso, que são as pessoas que conheço que mais leêm, mas depois pensei: e o cheiro dos livros? Essa grande questão! E aquele cheiro a novo, ou mesmo aquele cheiro a muito antigo porque já existe há tanto tempo lá em casa? Quando resolverem esta questão (e a do preço também podia ser resolvida), compro um para cada uma e, quiçá, um para mim também! ;) Quanto à questão do formato proprietário, não me preocupa porque sei que algures no mundo, já alguém está encarregue de ultrapassar esse pormenor :)

Agora, ainda sobre este "formato" de hardware, o Demy já me parece mais útil, com um aspecto semelhante,

Evita os livros num local onde nunca há espaço suficiente, como é a cozinha! Acabavam-se os pingos nos livros, o sujar, o nunca saber onde pôr o livro, o ter que fotocopiar ou imprimir receitas. E se desse para lá pôr a minha lista de compras e poder aceder remotamente para a sacar....ui! Era o fim da "listinha-deprimente-colada-na-porta-do-frigorífico" :D Viva a tecnologia!!
E destes livros não precisamos de sentir o cheiro, só o do prato, no fim! ;)

Saturday, May 09, 2009

Bimby Vs Tradicionalismo

Ora bem, a Bimby não é uma máquina gigante que se põe tudo lá dentro e sai um bolo, ou bolachas ou pizzas. A Bimby, meus amigos, é um robot de cozinha. Pura e simplesmente isso, um robot de cozinha, como já existiram milhares. É, sim senhores, mais evoluído (mal era se não fosse!!!) e muito mais publicitado (também mal era se a publicidade nesta área não tivesse evoluído!). E como robot de cozinha, auxilia na cozinha, faz algumas coisas por nós, umas melhores que outras, mas faz.

Agora, o que a Bimby não faz, é substituir as mulheres em casa. E esta frase não é, como podia ser de esperar, dirigida aos homens, é antes dirigida às mulheres, às "tradicionalistas" que defendem que "a-Bimby-é-para-quem-não-sabe-cozinhar" ou para "azelhas-na-cozinha" ou ainda para "quem-não-tem-gosto-culinário". Minhas amigas, a Bimby não vos vai roubar os maridos, não vai ser a Bimby que vai receber os elogios culinários lá em casa, não vai ser a Bimby que vai adormecer os vossos filhos. Calma. O que a Bimby pode, eventualmente, fazer, é dar-vos algum "tempo-extra" para vocês ou, se assim preferirem, algum tempo para experimentarem n receitas que, de outra forma, só tentavam uma vez por ano porque "não havia tempo" ou "davam muito trabalho" ou ainda "eram muito complicadas". O facto é que, quem critica não tem e, a meu ver, não poderia criticar. Eu, que falo por experiência própria, não deixei de utilizar tachos, não mudei os meus temperos, não sigo á risca o que vem nos livros da máquina (nunca segui nenhum de culinária), não faço as receitas tal&qual como está descrito, não deixei de fazer as receitas que fazia. A diferença é que, quem não sabe cozinhar, nada, nem o básico, fica a saber de um dia para o outro, sem mais nada, com a máquina e um livro; para quem sabe cozinhar e gosta de experimentar outras coisas, tem um utensílio culinário que ajuda imenso a picar, ralar, passar, triturar, pulverizar, cozer, etc, etc, etc.

Por isso, durmam descansadas amigas, a Bimby não vos tira o lugar naquilo que vocês sabem realmente fazer, parem é com a insistentemente estúpida pergunta: "a Bimby fazia isto, não?!?!" NÃO F&D#-S%, mas eu e ela, fazemos TUDO!

O desenrasca

O típico Português sabe desenrascar. O verdadeiro Português, tem orgulho em saber desenrascar. Alguns portugueses, sabem apenas isso.

Cada vez constacto mais isto mesmo. Não se sabe porquê, não se sabe como, não se sabe resolver numa próxima situação semelhante, mas "desenrasca-se" e uma pessoa tem que ser "desenrascada" e "não perder tempo" a "ler para perceber ou aprender" sobre o assunto. E depois, toda a gente sabe, que lá fora os portugueses são conhecidos por isso mesmo: por saber desenrascar e por serem trabalhadores....com certeza trabalhadores desenrascados :|
É verdade que uma pessoa tem que ser desenrascada, tem que ser despachado no que faz e não pode ser "atado" perante uma situação ou problema novos. Mas daí fazer disso, orgulhosamente, a sua profissão....há limites. E é triste que esse "tempo que se perde a aprender", tenha que ser retirado das horas da nossa vida e não do nosso trabalho....enfim....

Que saudades....

De uma caracolada!!! E umas "mines" numa esplanada ao sol.......ui! Mas cá para cima não me devo safar.....