Tuesday, February 03, 2009

Obama

No café:

" - (...) Estava um preto....mas mesmo preto, não é nada como o Obama, que esse é um grande homem! "

Portanto, existem os pretos e depois existe o Obama, que é um grande homem....consta. Há esta necessidade de diferenciação, de estabelecer uma barreira, um limite, uma linha que divide, que marca "a diferença". Não interessa se é azul, verde, amarelo, às pintas, aos quadrados, com ou sem cor, padrão....somos o mesmo, viemos do mesmo e todos caminhamos para o mesmo fim. Depois disso, continuaremos a ser isso mesmo: nós próprios, parte integrante de todos, de tudo. Só isso.

Somos na verdade todos iguais, ainda que todos diferentes. Mas será que sabemos disso?

2 comments:

JP said...

ainda ha uns tempos comprei uns tenis castanho obama. bem porreiros...

Di said...

Pode ser visto assim....