Thursday, February 12, 2009

Nova geração

Há dias, nos correios, entra um senhor da sua meia idade, com o seu bigode e sapato brilhante, o seu casaco de pele e, tirando a senha, aguarda a sua vez como os restantes. Ao contrário destes mesmos restantes, o senhor conhecia os funcionários dos correios e inicia uma conversa de circunstância com uma das funcionárias, mas sempre garantindo que todos os restantes estavam a ouvir o que o senhor tinha para contar. Eu estava entre os restantes e portanto, fiquei a saber que o senhor ia comprar um postal para a esposa, e mãe dos seus filhos, para lhe oferecer no próximo dia 14 de Fevereiro. Entre muita coisa que dizia para que todos ouvissem, diz:

"
- Esta juventude de hoje em dia é que cartas nem vê-las!! Há dias estive a mostar as cartas que escrevia à nha mulher, aos meus putos e eles muito admirados "Oh pai, escrevias isto tudo prá mãe??" Pois claro que escrevia, havia de ser quem? E era tudo por carta, não havia cá mais nada!! Agora não, é tudo por mensagens e emails e x's e k's que ninguém percebe o que eles escrevem.... não há romantismo, não há sentimento....antigamente sim, havia ali sentimento!
"

E o seu discurso era basicamente este. No meio de muitos
"os namorados da minha mulher eram todos uns ranhosos, até lhe cheguei a dizer "Não sei como é que foste capaz de namorar aqueles ranhosos" "
e
"Ela também me diz que só namorei com pindéricas, mas isso já não admito!",
a senhora que o atendia lá respondia gentilmente que sim, que eram ranhosos, ou que sim, que eram pindéricas e sorria cordealmente. O senhor tanto falou que chegou a minha vez de ser atendida. Levantei a minha encomenda, e o funcionário que me atendia, que assistia à conversa, como todos, sem outra opção, pergunta a sorrir:
- "Então não vai levar um postal para oferecer ao namorado?"
ao que respondo com o mesmo sorriso:
- "Não obrigada, eu sou daquele tempo das mensagens com x's e com k's e de emails e essas coisas tecnológicas.....saímos mais baratinhos!!!" E ri-me muito. Agradeci e desejei um resto de bom dia a todos. Ainda consegui ouvir um "é só para mandar a boca aos velhos", mas continuei o meu dia feliz por saber que vivo nesta geração de gente prática, económica e sem barreiras nem limites à comunicação ou à forma como o fazemos. Pensei que o senhor podia pensar o mesmo, que os filhos podiam agora comunicar sem obstáculos (pelo menos tantos!) e aprender sem esses mesmos limites. Mas as pessoas "do antigamente" são assim, resistem à mudança e permanecem "lá atrás", "no meu tempo", onde tudo era mais difícil, mas por isso podem sempre orgulhar-se de ter vivido lá e lá continuar. Felizmente não são todas, e todos os dias penso que não quero ser uma delas, quando olho para as Universidades, cheias de Bolonhas e Mestrados ou para as crianças de cinco e seis anos com muitas consolas. Também me vai afectar, também vai chegar "o meu tempo", mas aí espero ter a consciência que é mesmo assim, os anos passam, as coisas mudam e que existem sempre coisas boas: no passado, no presente e em tudo o que o futuro nos reserva! Gosto de pensar que tive coisas muito boas na minha infância, mas que o meu afilhado tem à disposição outras tantas que agora me podem "assustar", mas que vão fazer dele uma pessoa mais "aberta", mais ousada e melhor. O segredo é a moderação e a sensatez, a educação e o respeito pelo próximo. Porque podemos ser sempre diferentes, todos, uns dos outros, mas ter sempre essa noção: não somos iguais, nem temos que ser. Simples. :)

5 comments:

Luis said...

Tu não falhas... tens sempre a resposta na ponta da língua! E essa foi brutal.

As pessoas mais velhas têm alguma dificuldade em abraçar as novas tecnologias e nunca percebi muito bem porquê. Não sei se será com medo de estragarem...
De qualquer das formas não os julgo, pois como as coisas estão a evoluir, talvez eu me venha a tornar também assim.

Para já gosto de explorar, vamos ver até quando...

*

Di said...

Esperemos que até sempre! E sem medos! ;)
Eu nunca consigo estar calada, como o próprio blogue denuncia :P Mas esta confesso que me deu particular gozo.... :D

Daniel Non Sense said...
This comment has been removed by the author.
Daniel Non Sense said...

Aqui está um belo post.
Vivam as tecnologias que nos permitem entrar em contacto com as pessoas de uam forma mais rápida e fácil :)

ps: eu era para escrever isto por carta, mas os selos ainda custam uns trocos ;)

Di said...

:) É assim, por comment é bem mais baratuxo com X

:D ehehehhe