Friday, December 26, 2008

Barcelona

E entre o Natal e o Ano Novo, o que melhor do que uns dias por fora? :D Aaahhhh vai saber que nem ginjas....ou melhor ainda! :D

Friday, December 19, 2008

Feliz Natal


Apenas isso: um Feliz Natal. Que seja feliz, alegre, pleno de família e de tudo o que desse conceito advém. Que seja em família, no conforto do lar, cheio de sorrisos, de troca de presentes com o significado que lhe damos. Que se troquem os olhares, os sentimentos, os corações. Que se troquem com os presentes, o estar presente na vida da pessoa, já que é esse o significado do gesto. Que entre o comer e o beber, haja tempo para alguma espiritualidade, alguma reflexão nos valores e comportamentos humanos. Que se pense com o coração nessa noite e que não seja apenas, uma noite em que se oferecem e recebem prendinhas. O meu desejo sincero de um noite de tranquilidade, paz e o coração cheio de família. Sejam felizes! :)

Wednesday, December 10, 2008

Parabéns a mim!! :D

Ah e tal....mais um! :D Um quarto de século não é para todos!!
E foi com a família e alguns amigos (não todos os que queria, mas a distância física tem destas coisas!) que se passou mais um dia de aniversário. A alegria é sempre muita, mais que não seja por ser a mais mimada nesse dia :D e porque posso sempre escolher a ementa a meu gosto :) É bom ter a família toda á mesa, juntar os dois manos, a cunhada e este ano os "futuros" sogros também (uuuhhh!). A maior alegria é a do mega Xonxo que gosta de dar prendinhas à "Madinha" e de soprar as velinhas comigo. "Para o ano eu faço estes Madinha!", dizia orgulhoso agarrado aos 5 dos meus 25. Giruuu! O bolinho era do "Hello Kitty", não que adore aquele ar branco e descorado que tem, mas sendo um gato no meu bolo de aniversário, adorei :D A senhora da pastelaria, conta a minha cunhada mais crescida, perguntava se era para uma menina, ao que ela respondeu "Sim, sim, é uma menina que faz 25 anos :)". É assim, quando se faz anos pode-se tudo! O meu mega Xonxo dizia que já conhecia o bolo, porque uma menina lá da escola (creche, entenda-se) já tinha levado um igual :D Aaahhhh isto é que é ser eternamente jovem, os anos a passar e nós a mantermos os sinais da criança que existem cá dentro! Super!
As prendinhas foram muitas, o MQT lembrou-se de me oferecer a Pandora, a pulseira, pelo que os restantes se combinaram a oferecer as continhas para a ir preenchendo. Dos mais novos (mano e cunhada) ganhei o mega porta-chaves-gatinho de sua autoria e um mega gato luminoso para não ter medo do escuro :D
Enfim, foram muitas e boas! Mas nenhuma bateu a (ou uma das) do MQT, aqui vos deixo:


Super original.... e docinha! :D É enviado por correio para a morada que se quer e com direito ainda a um cartãozinho amoroso! Adorei! Podem ver aqui como esta prenda pode sair em conta e sempre muito surpreendente! ;)
À noite houve ainda um jantarzinho de amigos, divertido e tranquilo. Para os 25, podia ter sido mais agitado, mas nem sempre as coisas correm como queremos, ainda que seja no dia que faz vinte e cinco anos depois de se ter nascido.

No trabalho houve ainda direito a bolinho e mais uns "parabéns a você" e, claro, a mítica frase "ninguém faz 25 anos!!!"...eeerrr....eu faço! :D

Foi bom, faltaram-me apenas aqueles amigos, aqueles do peito e que estiveram sempre presentes nos últimos anos...agora nota-se :P Para o ano há mais, espero que com todos presentes!!

Friday, December 05, 2008

Tuesday, December 02, 2008

Saltou-lhe a tampa

Aparentemente é uma inocente e pacífica tampa de esgoto. Mas e qual é a probabilidade de esta simples e pesada tampa de esgoto saltar precisamente quando vamos a passar com o carro por cima dela? Baixa, não é?.... Pois a nós tudo nos acontece :D Não com o nosso carro, que esse, coitadinho, ainda está a tentar recuperar do último trauma, mas com o dos marretinhas! A grande carrinha que nos transporta a todos com o Manel, o Condutor (à semelhança do Bob, o Construtor! :) ), la ficou lesionada. E isto no Forum de Aveiro....antes assim, haja quem pague!
O facto é que esta "chatice" não nos estragou o fim-de-semana, que nós somos persistentes!! :) Ainda houve disposição para ir a Ílhavo ver o Tochas :D com o espectáculo "Já tenho idade para ter juízo" e foi realmente um espectáculo!! Aconselho vivamente a que o vejam, seja qual for a peça, ele é realmente BOM! Uma hora e meia sempre a rir, mas sempre, de chegar ao fim e já me doerem os músculos da cara :) e isto com um palco enorme e um gaijo de seus 30 anos, desfraldado e descontraído, lá em cima. Muito bom! Mais que a comédia e as piadas sem limites (literalmente), leva ainda uma mensagem, um apelo para que as pessoas sejam elas próprias, não tenham medo de arriscar nem de viver, porque assim a vida tem mais piada. Gostei. Muito mesmo! O Oso avisou e eu não pensei que fosse tão bom! Obrigadinhaaa ;)
E foi o ponto alto do fim-de-semana, esse sábado com o mano, a cunhada e o casal de marretinhas. O tempo estava definitivamente contra nós, pelo que ainda não foi desta que fomos a S. Vicente de barquinho, nem que conheceram um pouquinho mais de Aveiro. Por outro lado nevou em Gouveia no sábado (quando decidimos ir escavar a carrinha ao Fórum :D), mas nós só lá fomos no domingo, quando me estreei no Karting e adorei, não fosse o frio! Gelaram-me as mãos de tal forma que não as sentia :S Mas só saí da pista uma vez e piões....bom, alguns! :)
Mas ainda bem que ficaram coisinhas por fazer e por visitar, que assim há sempre um motivo forte para voltarem ;) E voltem sempre, porque estamos sempre à vossa espera!

Tuesday, November 25, 2008

Oi?

Queriam fotos do carrinho novo???

Pois aqui as têm:

E não, não é "um igual", é mesmo o nosso. :| Foi assim, numa questão de segundos, onde só tive tempo de inspirar muito ofegante e profundamente e agarrar-me ao tablier...e já estava! Visto assim parece que íamos em excesso de velocidade ou que nos metemos num grande e aparatoso acidente...mas não, foi só uma senhora do campo e a sua carrinha de caixa aberta, daquelas com os suportes dos farolins em ferro, bem resistentes e bastante duros, tanto que o nosso carrinho novo se fartou de largar peças! A senhora em vez de ver se vinha algum carro à entrada da rotunda, achou por bem parar a meio da vida, não viesse algum carro já a ocupar-lhe a outra metade! O primeiro pensamento: estamos todos bem. O segundo: o carro novo. A primeira frase da senhora: "Eu pensava que me tinha rebentado um pneu". Não minha senhora, foi mesmo toda a parte da frente do nosso. Foram segundos e pareceram horas, parece que tudo passa em câmara lenta e sem som...foi estranho. E mais foi só um susto, um sustinho, nem quero imaginar os verdadeiros acidentes, traumáticos e dolorosos.....
Agora o seguro paga, é o que vale. É chato estar sem o carrinho novo estes dias e preencher todos os papéis e tratar de tudo o que há para tratar......mas nada é por acaso e acredito que tivéssemos que ficar por ali. Os estragos lá à frente poderiam ter sido bem piores. O GPS bem disse para irmos dar a volta, mas nós achámos que era melhor seguir pela rotunda, era mais perto...só resta saber do quê.

O Pai Natal

"
Ele - O Pai Natal está no espaço, a ver tudo o que nós fazemos. Quando nos portamos bem, ele aponta que "sim"; quando nos portamos mal, ele aponta que "não". Depois vem dar as prendas àqueles que sim, que se portaram bem!
Eu - E vem como?
Ele - Vem num trenó, com cavalos mágicos, que voam!!!
Eu - Não serão Renas?
Ele - Isso, renas!
"

O Natal é o que uma criança quiser! E este mega Xonxo acha que o Pai Natal é astronauta...e depois? A magia é deles! Este ano vou pedir que me traga uma estrelinha, brilhante, brilhante....!!

As letrinhas

Estamos na fase de escrevinhar. Aprendemos a escrever o primeiro e o segundo nome e tudo o que vem para além disso é um autêntico desafio! No restaurante, com o seu "tecnológio" quadro de escrever (daqueles que se apagam num botão), estava muito entretido a copiar o que escreviamos e quis escrever o nome do MQT, que é um autêntico desafio! Até que se enganou e apagou tudo:

Ele - Madinha, escreve lá outa vez, para eu copiar....
Eu começo a escrever, a primeira letra maiúscula, a segunda e a terceira minúscula e sou logo interrompida, freneticamente:
Ele - Qual é essa?
Eu - Então, esta é o "A", já sabes esta...
Mas como eu tinha escrito em minúscula, ele não estava a reconhecer a letrinha, ao que exclama com os olhos muito abertos:
- Tu queres ver que o João não sabe escrever o nome dele???!

Que máximo! Estas conclusões cheias de perspicácia e inocência! Do alto do seus quatro anos, cheio de novas descobertas, super! Com quatro anos pode-se tudo!

Thursday, November 20, 2008

Arte na família

Esta é a artista da família que finalmente se decidiu a expôr ao mundo o seu talento! É a única que tem jeitinho para estas coisas....e está à vista que não é pouco!
Adorei o nome do blogue, é sugestivo antes de se entrar!
Força aí, sei que vais dominar!!

Pessoal, vamos ajudar a cunhadinha e publicitar a arte caseirinha!! :)

Inocência...ou não!

Toda a gente devia ver este vídeo. Espectacular! Uma grande lição de vida, um discurso comovente e extraordinário. Isto sim, é um Informático com H grande :)
Mais uma vez, prova que o valor está na pessoa, na sua vivência e inteligência e isso fará toda a diferença.
Quando ele diz "ligar os pontinhos", eu digo que "nada é por acaso", podemos é não ter sempre a perspectiva certa, mas se soubermos parar para pensar, chegamos lá.
Muito bom.

Link

Wednesday, November 19, 2008

É Natal, é Natal....la la la laa laaaaa!!!

O Natal chegou cá a casa e é azul!!! :D Não, não é muito cedo, já chegou faz duas semanas....ja se sabe que "o Natal é quando uma gaija quiser"!!
E perguntam vocês: "Mas azul, azul??" Sim senhores, azul! "Mas e azul em cima de uma árvore verde??" Isso. :D É algo artístico o nosso natal. E claro, tem luzinhas no móvel da sala, muito coloridas, não fosse assim que tudo tivesse começado!! ;) Só não piscam....as gaijas!!
Confesso que estava um pouco desejosa que chegasse a época, não só pela decoração, os momentos, o significado, mas acima de tudo, pelas boas recordações que me traz uma casa quentinha cheia de luzinhas, sininhos, Pais-Natal, toalhinhas decorativas....tudo! Havia de tudo naquela casa, bastava a gaija entrar com o caixotão, cheio de coisinhas de Natal! E o gaijo sempre a gritar que "a conta da luz isto e aquilo" que "esta casa tem mais luz que a vivenda" ou que "isto tá sempre aqui tudo a piscaralhar-se - como ele dizia - um gaijo fica cego!!". Ah, bons tempos e bons momentos, vão ficar comigo para sempre. Era mesmo uma época Natalícia em família. E o Natal é isso mesmo: família, partilha, afecto. Tão simples. Mas iluminado, tem outro brilho! ;)

Aqui vos deixo uma foto "artística" que o meu MQT tirou à nossa árvorezinha:


E, claro, o meu presépio amoroso e "roliço":


Dar vida


Hoje fui dar vida, já que dar sangue é dar vida....cliché bonito! Já andava há muito para o fazer, mas ainda não tinha tido a oportunidade. Lá na empresa parece que é prática comum, então hoje aceitei o convite de dois colegas e fomos à Universidade de Aveiro (onde entrei pela primeira vez) para dar sangue. Decidi-me a fazê-lo quando tomei consciência de que ser dador universal, pode ajudar qualquer pessoa que precise de sangue (e aqui sublinho o "qualquer pessoa"). Parece-me um bom motivo. A vontade não era muita, mas como sempre disse o meu mega primo "não podemos ir só às festas"! E lá fui, respirei fundo e fui dar meio litro de sangue. Tive a sorte de apanhar um enfermeiro muito competente que me explicou o porquê de tudinho (e eu que não perguntasse!) e ao mesmo tempo o azar de apanhar um médico que, concerteza já estava farto de ali estar e muito pouco motivado para a função. Correu tudo muito bem, até à recta final, em que fiquei branca e tonta....safou-me a técnica das pernas para o ar :)
Foi uma experiência diferente, uma "boa acção social" ou "reconhecida por todos". Para mim foi uma questão de atitude, espero que seja para todos e que se repita muitas vezes.

Monday, November 17, 2008

A crise

"Devido às quedas de bancos, queda nas bolsas, cortes no orçamento, à crise nos combustíveis e pelo racionamento mundial de energia, informamos que a famosa "luz ao fundo do túnel", está temporariamente desligada"

Wednesday, November 12, 2008

Descobri

Porque é que nunca vou enriquecer....é porque nunca tenho tempo, e tempo é dinheiro! :|

Bloqueios sem efeito

O último post deixou de ter efeito, dado que existe outro proxy sem este género de castração :D ahahahahahaha

BloqueiaMUUSSS

Não, bloqueiem mais....a sério, vejam lá se nos querem cortar o acesso ao gmail ou mesmo ao google....vejam lá, não quero que vos falte entretenimento!....Agora até o blogspot me bloquearam!! Aaahh sim, castrem-nos o tempo e a liberdade de pensar noutras coisas, até porque é mesmo por isso que vamos produzir mais, uuhhhh muito mais! Então não se está já a notar? E perguntam vocês: "Mas então como estás a escrevinhar este post?" É fácil, ainda não descobriram que o blogger.com tem tudo a ver com o blogspot....ainda! Baaahhhh!
A diferença está nas pessoas e não naquilo que querem fazer delas....mas será assim tão difícil de perceber?

Friday, November 07, 2008

Memórias

Eu definitivamente preciso de um update a esta memória...ou é da capacidade ou então está mesmo fraquinha! O que é facto é que não me lembro! Não me lembro quer das coisas boas, quer das más....! Tem o seu lado positivo, já que se as boas não ficam, as más também não. Por outro lado, apenas retenho aquilo que, posteriormente, as pessoas que fazem recordar. Hoje um amigão (que por acaso fez anos ontem, velhinhu :P) trouxe-me à memória um jantar na "famosa" rua do Raymundo para comemorar, precisamente, o seu aniversário! Foi um jantar "tranqui" (como era moda naquela altura!), com um arroz de lulas feito com muito boa vontade, mas que acabou colado ao fundo do tacho :D Foi por isso que ele nunca se esqueceu desse jantar! lol Foi uma noite divertida, calminha e de muitas gargalhadas! É bom recordar e deixar recordações nos amigos, ainda que não me lembre! E ainda bem que naquela noite decidimos não "saciar" a curiosidade e não irmos à "famosa vivenda" ou esta podia ser a pior das nossas recordações! :)
E recordar é viver....lalalalalaaalaaa

Da-lhe aí puto! :P

Wednesday, November 05, 2008

De arroz!
Embora este senhor seja assim uma bestinha em palco, de tão simpático e cordeal para com o público :|, não há que negar que seja um bom músico e que escreva grandes letras. E como ele não merece eu não comprei este CD (só por isso!) e pedi emprestado à Sra. Mula :) Ainda assim, deixo-vos esta versão que lhe serviu como uma luva, a melhor música do CD de Tributo a Carlos Paião após 20 anos da sua morte:

Exposição Felina Mundial 2008

Eu fui!
E eles eram taaaaaaaaaaaaaantos e todos tããããããããããaããããoooo buéda! Eu por mim trazia um de cada....e não que escolhesse em casa, não, era mesmo para ficar com todos....mas o meu gaijo não deixou (sabe-se lá porquê...tss, tss....)! :)

Aqui vos deixo o que eu queria mesmo:

Estou só à espera da moradia com quintal para o ter....que por sua vez está à espera que o euromilhões nos seja sorteado :D

Estes eram os feiinhos:

Mas alguém tem que gostar deles, coitadinhos!! Eu gosto...porque eu gosto de todos....não sei se já tinha dito.... :P

Pronto, é só mais este, prometo! Mas reparem bem no tamanho do bichinho, principalmente no tamanho das patinhas - que delicado! - há por aí muito gato selvagem que é mais "maneirinho"! Senão vejam:

Pois claro que adorava um destes....mas e o pêlo? E a asma? Hummm...parece-me que não combinam muito bem :S :(

Vaahhhh estão aí cheios de inveja que também queriam ter ido ver os gatinhos :D

Quentinho

Eu não tenho muito jeito para isto de corzinhas e bonecada gráfica, como, aliás, a maioria de vocês já deve ter reparado! Mas assim acho-o mais quentinho e como era esse o objectivo, vou deixá-lo assim. Gostei :D

Wednesday, October 29, 2008

FINALMENTE

O carro novo. Como dizia a outra, "contado, ninguém acredita"......

Monday, October 27, 2008

Cá em casa


Está oficialmente aberta a época da castanha assada! :D A jeropiga não porque amanhã é dia de escola, mas se não fosse.....não sei, não.... :P Fico pelo cházinho, esse já dura há muito, desde que o Verão fez greve. Alguma coisa havia de ser quente.

Thursday, October 23, 2008

'Há duas coisas infinitas: o universo e a estupidez humana. E quanto à primeira não tenho bem a certeza.'

Albert Einstei
n

Wednesday, October 22, 2008

Quem sabe?

quem sabe eu nem vos quero bem
quem sabe eu nem sou ninguém
quem sabe eu não sei quem

quem sabe eu sou quem queria ser
quem sabe eu nunca o vou saber
quem sabe eu sou bem melhor

quem sabe o medo é minha cruz
quem sabe o medo é meu motor
quem sabe o medo é luz

quem sabe eu não estou só a tentar
desesperadamente uma razão
para seguir ou para não parar
pois tudo se passa sem eu ver


Manel Cruz em Foge Foge Bandido

Tuesday, October 21, 2008

Existe

O pior, é que isto existe em Portugal (e não só, infelizmente)....assim, com esta estupidez natural.



O homem que gosta de outro homem tem ser uma maluca, tem que ser um tarado e tem que, obrigatoriamente, querer devorar todos e quaisquer elementos do mesmo sexo que ele. Tem que ser bicha, tem que se vestir de forma pouco discreta e não pode ter uma vida como os heterossexuais que os rodeiam. É esta a mentalidade portuguesa. E os Contemporâneos ganham muitos pontos neste género de críticas sociais, muito bem interpretadas e muito bem escolhidas. Sou fã!
Isto existe. Eles andam aí, com tanto de homofóbico como de ignorante.

Sonhei

Já há muito que estes posts não apareciam. Pois confirmo que a estupidez e irrealidade dos meus sonhos continuam as mesmas. Mas antes assim, que estas características na vida real têm um peso bem maior!
Pois desta vez sonhei que estava numa festa (de aniversário, talvez?) e estávamos com um grupo de convidados junto de um grande palco. Por baixo desse palco estava algo de secreto e muito perigoso...e quando estávamos prestes a descobrir o que era, num momento de grande suspense.....eis que aparece o Nelson Évora e nos queria matar! :| Mas esperem, o surreal não fica por aqui, porque o melhor deste sonho, é que, efectivamente eu consigo roubar a arma ao Nelson (acho que depois de sonhar com ele já o posso tratar pelo primeiro nome assim, na boa....), e fujo dele!!! Reparem, eu fugia, em sonhos - claro está!! - do Nelson Évora!! LOL Isto deve estar aliado ao facto de me sentir balofa....talvez achasse que podia emagrecer em sonhos, a fugir do Campeão Mundial em título no Triplo Salto...só! Coisa pouca.
Sim senhores, assim vale a pena sonhar....vale, aliás, a galinha toda!
Mas eu até arranjo uma justificação para isto, é que antes de ir dormir, decidimos ir ver o Disturbia (ou Paranóia, como quiserem) e claro, dá nisto! Porque sonhos de perseguições não faz muito o meu género... :)

Mas não deixem de ver o filme que é MUITO bom, mesmo! Vejam assim à tarde...com as janelas abertas....e bastante luz.... :D

Monday, October 20, 2008

Adorei

Isto.

Concertão


E lá foi na sexta-feira o mega concertão de Deolinda. Devo dizer que me surpreendeu e muito! Quatro pessoas em palco, um cenário muito simples, muitos naprons à moda antiga e uma voz absolutamente poderosa. O suficiente para um espectáculo brilhante, divertido e muito bem disposto. Voltaram a palco três vezes e se fosse por mim, ainda lá estávamos!
Depois de ver e ouvir ao vivo, o CD sabe a tão pouco.....

Sunday, October 19, 2008

Dinossauros

No Freeport de Alcochete está uma exposição de Dinossauros que o mega Xonxo, muito a medo, lá foi ver com o MQT enquanto eu, a cunhada e avó nos entretinhamos nas compras :D

"
Eu - E então? Gostaste de ir ver os Dinossauros?
Ele - Madinha, foi assustadoLe!
Eu - Mas sabes que os Dinossauros já não existem? Já existiram há muito, muito, muito tempo....
Ele - Sim, Madinha.....quando havia Dinossauros eu ainda nem tinha nascido, vê lá!!
"

:)
Portanto, ficam a saber que há quatro anos atrás, sensivelmente, haviam ainda Dinossauros. :) É lindo este afilhado!!

Eternizar

Há histórias que merecem ser eternizadas. E aqui está uma boa forma de as eternizar: escrevê-las, permitir que existam para lá da memória.

Esta história passa-se com o grupo de amigos do liceu, há muitos (muitos!) anos. :D (era ainda uma criança, como canta o outro...)
Salvo erro foi na Páscoa (ou na passagem de ano??), e a malta decidiu ir passar uns dias ao Algarve, já que um dos amigos tinha uma casa em Albufeira, mesmo rente à rua dos bares.....ora isto aos 16 aninhos, nem é preciso dizer mais nada! E lá fomos todos, muito contentes!
Numa das muitas noites de farra, daquelas mesmo pesadas, onde o jantar era mais bem regado do que alimentado, estávamos já todos "muito à frente" a dançar num bar muito barulhento (como todos!), e heis que o meu primo, que também constava do grupo, me vem dizer que já não aguentava mais, que tinha que ir para casa porque o mundo de repente tinha insistido em começar a rodar a uma velocidade alucinante e ele não o conseguia acompanhar. Eu fui até à rua com ele, insisti para que ficasse, que estava tudo bem, que aquilo já passava, que bebesse mais uma porque aquilo já era ressaca! E ele lá ficou, com a cabeça entre as pernas, a pensar naquilo :D O desgraçado lá ficou um bocadinho melhor e quando veio ter comigo a segunda vez, já vinha mais a direito, mas mesmo assim, já estava decidido a ir para casa. Ora, eu, que não estava melhor, na minha cabeça o que ficou foi o movimento do meu primo, que se baixa, levanta-se e tem umas chaves na mão. Dá-me as chaves. E diz qualquer coisa que me foi completamente impossível quer de ouvir, quer de perceber. Vamos lá ver....eu não estava melhor que ele, e por isso na minha cabeça (ou no que restava dela) ficou a ideia de que ele tinha acabado de encontrar umas chaves e que queria que as guardasse.....e o que é que uma pessoa civilizada e preocupada com as outras, faz??? Vai entregar as chaves ao DJ e diz que encontrou no chão e que pode fazer falta a alguém. Muito orgulhosa, volto para junto do resto do grupo e continuo a dançar. Entretanto bebo outra, que tanta consciência deu-me sede. :) Continuo a dançar e durante a noite, de vez em quando lá se ouvia o DJ a anunciar que "foram encontradas umas chaves....um porta-chaves branco, com cores....." e voltávamos a dançar. Outras músicas passavam, e lá vinha o DJ "continuam as chaves, talvez alguém precise delas...." e nós na boa, a "curtir" muito. Até que....uma das minhas amigas volta à pista, e diz "Di, temos que ir pôr o teu primo a casa que ele já nem anda........" E eu, que nem sabia que ele ainda lá estava, saio do bar e vou ter com ele. Realmente não andava.....coitadinho do primo....e pesado que ele era! E digo "Ok, vamos para casa, eu levo-o, dá-me as chaves de casa então." Ao que ela responde "Mas Di, ele disse que tas tinha dado....." E pronto.........heis que surge aquele flashback na minha cabeça e começo a ver o meu primo a levantar-se do chão, com umas chaves na mão, depois eu a dar as chaves ao DJ e finalmente, todos os anúncios feitos durante toda a noite a essas mesmas chaves..... :S Enfim. Depois de explicar isto tudo e de toda a gente se ter rido muito, lá os convenci que tinha uma cabeça tão gigante que não ia conseguir ir ter com o DJ para lhe pedir as mesmas chaves que lhe tinha entregue. Epa não! E pronto, ficou esta história eternizada e sempre que a malta se junta lá vem a frase "lembras-te daquela vez que a Di deu as chaves ao DJ??"....sim lembro.....
Também, ninguém reconheceu o porta-chaves durante toda a noite.....não era só eu que estava mal!!! Era?....

Liberdade

"Enquanto lutava, via as pessoas falar em nome da liberdade, e quanto mais defendiam este direito único mais escravas se mostravam dos desejos dos seus pais, de um casamento onde prometiam ficar um com o outro "para o resto da vida", da balança, das dietas, dos projectos interrompidos a meio, dos amores aos quais não se podia dizer "não" ou "basta", dos fins-de-semana em que eram obrigados a comer com quem não desejavam. Escravos do luxo, da aparência do luxo, da aparência da aparência do luxo. Escravos de uma vida que não tinham escolhido, mas que tinham decidido viver - porque alguém acabou por convencê-los de que aquilo era melhor para eles. E assim seguiam os seus dias e noites iguais, em que a aventura era uma palavra num livro ou uma imagem na televisão sempre ligada, e, quando qualquer porta se abria, diziam sempre: "Não me interessa, não tenho vontade".
Como podiam saber se tinham ou não vontade, se nunca experimentaram? Mas era inútil perguntar: na verdade, tinham medo de qualquer mudança que viesse sacudir o mundo a que estavam habituados."
(...)
"O ser humano tem dois grandes problemas: o primeiro é saber quando começar, o segundo é saber quando parar."

Paulo Coelho em "O Zahir"


É por isto e muito mais, que sou cada vez mais fã de Paulo Coelho. É por isto que continuo a acreditar que um dia vou escrever um livro.

Friday, October 10, 2008

Sorrir

"Sorrir é a forma mais barata de melhorar a nossa aparência"
William Shaskeapeare





Thursday, October 09, 2008

MaNeLiTo

A primeira vez que ouvi o album não me soou a nada....À segunda vez já quase que tinha algum sentido e agora há músicas que adoro. Esta é uma delas, tanto pela letra como pelo som. O senhore sabe o que faz. Para mim só excusava de ser tão sujo. Sujo é mesmo a palavra certa.

De qualquer forma, não deixem de ouvir.

Ninguém é quem queria ser

Somos a fachada
De uma coisa morta
Em vida como que a bater à nossa porta
Quando formos velhos
Se um dia formos velhos
Quem irá querer saber quem tinha razão?
De olhos na falésia
Espera pelo vento
Ele dá-te a direcção

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.

A idade é ontem
Não pode ser motivo
Estás a ver um mundo
Feito um velho arquivo

Eu caminho e canto
Pela estrada fora
E o que era mentira
Poder ser verdade agora

Se o cifrão sustenta
A química da vida
Porque tens ainda medo de morrer?
Faltará dinheiro
Faltará cultura
Faltará procura dentro do teu ser

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.

Diz-me se ainda esperas
Encontrar o sentido
Mesmo sendo avesso a vê-lo em ti vestido

Não tens de olhar sem gosto
Nem de gostar sem ver
Ninguém é quem queria ser

Ninguém é quem queria ser
Eu queria ser ninguém
(ninguém) é quem queria ser
Eu queria ser ninguém.

Manel Cruz

Monday, October 06, 2008

Deolinda


É já no próximo dia 17, no Teatro Aveirense. E vai ser buéda que eu sei! :)

:)


Epa eu gosto deles todos....mas este, está qualquer coisinha de espectacular! :D ehehehehehehe

Agora é que vai for!

A nossa última aquisição:




Agora sim....não temos mesmo desculpa! Hoje tive 15 minutos para fazer 1 Km e só perdi 200 calorias....eeerrrrrr.....tava balofa, mas parece-me que vai continuar durante alguns mesinhos ehehehehehe :S

Pedala aí puto! :P
Olhando agora para o blogue, gosto da contradição de conceitos... :D

O primeiro

Este sábado foi o primeiro casamento de um amigo meu. Embora mais velho, foi o primeiro amigo, que estudou comigo, que estendi a capinha para os noivos passarem, que tirei uma foto com "os amigos da universidade"....e pensar que ainda ontem me chamava bixo, se ria muito e me praxava ainda mais! Isto para concluir que o tempo passa a correr...e lá ando eu à volta do tempo, é crónico! :P É certo que já tinha ido a casamentos de "malta jovem", de primos, de amigos do namorado...mas não é a mesma coisa. É estranho. E pensar que foi o primeiro de muitos e que agora nos vamos encontrando assim, de casamento em casamento...
E foi bom, foi comovente, bonito e divertido, muito divertido! Foi bom rever a malta, beber uns copos, cantar uns bota-a-baixo, rever os velhos tempos, contar sobre os novos, pôr a conversa em dia e concluir que gostamos todos uns dos outros, como se nos vissemos todos os dias. Foi bom. Soube a "um cafezinho no Manel".
E melhor foi relembrar o sabor do alentejo, que os amigos do estrangeiro trouxeram :P Voltem mais vezes que é bom ter-vos por perto.

E foi assim...nostálgico e sentimental onde a frase das tias passa a ser dita pelos amigos: "O próximo és tu..." ou "Faltam vocês....". Estamos velhos meus amigos, velhos. Mas como dizia o outro, "a idade é um posto" e por isso podemos tudo na mesma! ;)

Siga pa bingo....

Última volta

Fez na passada sexta-feira oito dias que dei a minha última voltinha naquela cena que ainda andava e a que eu, carinhosamente e para que ele não se sentisse discriminado, chamava carro. :D Ainda foram algumas as recordações. Foram muitas as mudanças que fez em Évora...para praticamente todas as casas...ainda desenrascou muita gente! Ainda levou uma máquina de lavar roupa e fez muitas mudanças de amigos, porque isto de ter uma "cena" velhinha que se pode riscar na boa e que se dobra os bancos e tudo e tudo, até que dá jeito! E lá foi ele, para abate. Andava e nunca me falhou....bom, quando chegou queimei-lhe o motor, mas tirando isso, tranquilo! :)

Aqui fica uma última foto dessa grande viatura :D com a sua matrícula mítica!



Já com 15 aninhos....não é para todos! lol

Wednesday, October 01, 2008

Fucking HTML

Quando no meio de código muito antigo se encontra isto,


conclui-se que há muitos anos, quando foi feito, já era mau. :S
Ao menos não somos os únicos a perder a paciência....!

Tuesday, September 30, 2008

Vontades

Somos feitos de vontades, movidos a ambições, sonhos, desejos, planos, o que lhe queiram chamar. Eu ultimamente tenho esta vontade que me corrói por dentro e que tenho achado que passava, que era um ideia e não uma vontade. Que era uma possibilidade. Pois não é. Embora não a saiba definir, é uma espécie de querer. Não só porque todos os meus (grandes) amigos estão fora do país, mas principalmente por compreender cada vez melhor que em Portugal evoluir profissionalmente tem preços muito altos, quanto chega a ter algum preço. Não é querer dizer mal, não é não gostar do país onde nasci e que sempre conheci, é antes constatar a dura realidade profissional, onde os direitos passam a ser favores ou apenas uma questão de sorte, onde evoluir profissionalmente é, maioritariamente, uma questão de interesses. Quando se vem da Universidade, creio que tudo isto custa muito mais, não só porque trazemos uma força e uma energia positiva enorme, uma fé em nós próprios, na empresa, uma disponibilidade pura, mas também porque vimos de um meio onde o mérito do nosso trabalho depende de nós: se trabalharmos mais, produzimos mais, atingimos melhor os nossos objectivos. E claro que tenho noção de injustiças e de pequenos tropeços que existem em todo o lado e também não me estou a referir a pessoas que passam a Universidade "às costas" de outros. Não. Estou a referir-me a pessoas dedicadas, a alunos que até andavam ali para aprender alguma coisa. E aprendemos, mais que não seja, a ser independentes no nosso trabalho, autodidactas e responsáveis pela nossa própria organização. E depois.....começamos a trabalhar 8 horas por dia, o nosso trabalho não é apreciado por ninguém, ainda que seja fundamental no projecto e os nossos gestores são os que andaram "às costas" durante o percurso académico. Não há jovialidade que permaneça optimista quando deparado com um cenário destes. E, mais uma vez, o valor está nas pessoas e se estas não estão felizes, a produtividade não vai ser feliz. Estas são algumas das situações, seria maçador e cansativo enumerá-las todas, algumas pelas quais não passei e que são, certamente, de maior gravidade. Mas enfim...
A juntar a isto um ordenado baixo e com a possibilidade de subir se:
a) O contracto é renovado e aí (talvez!) haja espaço para discussão
b) Mudas de empresa
Pois....e no entretanto a malta começa a pensar em casa, carro, despesas mensais e deixa de ter vontade de viver em Portugal.
Ora tudo se torna mais difícil quando temos amiguinhos muitos lá por esse estrangeiro fora a dizer "ai que fixe isto, que maravilha aquilo". Não é que não queira que eles me contem, ou que tenha este bichinho roedor só por o que eles contam, não. Mas já tive umas quantas más experiências por cá e depois, não preciso de as viver todas para perceber quão más podem ser. Ainda há o peso da idade: a malta é jovem, não tem responsabilidades, não tem ninguém que dependa de nós, os papás mais cedo ou mais tarde, habituam-se, depois até gostam de nos visitar e tudo se resolve! Quanto mais tarde, mais "pesados" somos, menos disponibilidade temos e menos paciência.
Eu nem tinha esta vontade. Quando acabei a Universidade achava completamente desnecessário; era mais a experiência, a novidade, a oportunidade de viver noutro país, de conhecer outra cultura...mas sobre isso achava que existiam outras formas de se conseguir. Hoje acho que é tudo isso e ainda a experiência ao nível profissional, a oportunidade de aprendizagem e evolução profissional, o estar "à prova" nas situações mais imprevistas, o poder conhecer-nos melhor e, claro, mesmo que não queiramos, é o passe de um dia voltar a Portugal e dizer que "estive no estrangeiro"...na verdade não interessa muito a fazer o quê, nem com quem, mas se esteve "no estrangeiro" já é muito bom! :S
É uma vontade e estar aqui a escrever sobre ela significa que cresceu. Não sei se um dia o vou fazer ou não, não estou na fase de procurar ou estar a par do que há ou não para fora do país....aliás, se me perguntassem, nem sabia dizer que país preferia. Pode até ser um capricho e amanhã já não existir. Sei que se permanecer vou ter que parar para pensar sobre ele porque andar a assombrar-me o pensamento não é melhor. Mas lá está, quanto mais o tempo passa mais contras existem, mais medos, mais inseguranças, mais incertezas. E por isso não digo que vou, digo antes que se descobrir que quero muito ir, deixo tudo e vou, só para não passar o resto da minha vida a dizer que "devia ter ido"....

Enfim...são nós que tenho no pensamento :D São formas de me expressar que não estão a ter em conta tudo e todas as situações. É apenas um post, tem o peso que tem. Sou eu.

Giruuuuuuuuuuu!!!

Zen ou nem por isso?

"Ama-me quando menos merecer, porque é quando mais preciso"

É um provérbio chinês que achei espectacular quando o ouvi. E tudo começou com este preciso provérbio que fala de amor, de compreensão e de perdão. Pode falar de uma infinidade de coisas, desde que acreditemos que estão lá e que fazem parte do amor. A questão é que o amor, bem como tudo o que lhe está associado, pode depender da realidade de cada um. Da mesma forma que não vivemos a mesma realidade não experienciamos o mesmo amor e, portanto, todos estamos no direito de achar que este provérbio, ou esta simples frase ou este conjunto de palavras ou letras, não tem qualquer sentido. Talvez não tenha tido o mesmo sentido para todos quando foi dito numa sala cheia de gente, perante uma turma de alunos dispostos a aprender a "ser melhor". Mas, lá está, podemos novamente voltar à ambiguidade de conceitos: ser melhor do que o que sou ou ser melhor do que todos os outros? Ser melhor para mim ou para quem me rodeia? Ser melhor para o mundo? Fazer a diferença nele?
Todos queremos "ser melhores", evoluir, crescer, aprender mais e conhecer melhor, sem muitas vezes pensarmos para quê ou para quem, sem sequer pararmos para medirmos a consequência dos nossos actos, ou mesmo os actos em si. Todos queremos ser muito humanos e sensíveis, inteligentes e compreensivos uns para com os outros, mas quando atingimos tudo isso, não somos capazes de o partilhar ou utilizar para "ser melhor", descobre-se que, afinal, já somos melhores.
Eu não sei o que é "ser melhor", até porque implica saber sobre o quê, sobre quem, implica compreender a comparação e comparar incomoda-me. Somos todos diferentes, não há que comparar. Acredito que possamos ser humanos, que possamos ter valores e ideias pelos quais nos podemos reger, acreditar neles e defendê-los na nossa vida, no nosso dia-a-dia, nas pequenas e enormes situações com que nos deparamos todos os dias. E isto é fazer a diferença. É não desistir quando o mundo desiste; é continuar a ser justo quando se olha à volta e tudo parece injusto; é manter a integridade quando só resta corrupção; é ser frontal e sincero quando só existe hipocrisia. Eu acredito no que me ensinaram, mas cada vez mais me convenço que sou uma privilegiada por ter quem me ensine, quem me corrija, quem me confronte todos os dias com a verdade. É nisto que acredito, nas pessoas. É nas pessoas que reside o conhecimento, a aprendizagem, a evolução. E uns com os outros, todos juntos numa harmonia civilizada, podemos ser "o melhor", o melhor de cada um de nós fará a perfeição. Curiosamente agora recordo um outro provérbio (ou não) que dito no mesmo espaço teve o efeito totalmente contrário:

"Quando Deus estava a decidir onde havia de guardas os segredos mais importantes, as coisas mais valiosas, procurou e pensou muito sobre onde guardar tal valor. Decidiu guardá-lo dentro do coração dos Homens, porque sabia que ninguém ia descobrir, porque iam todos estar muito, muito ocupados com outras coisas."

Por isso sei que ainda falta muito tempo até que todos sejamos o melhor. Sejamos no entretanto nós próprios, que já não é nada mau!

Tempo

Se eu pudesse, implementava o sistema MEO à vida prática, do dia-a-dia. Se soubessem como é bom gritar da cozinha "Põe aí no pause!!!" e continuar calmamente (não sei se este estado existe em mim....mas quando descobrir aviso!) a fazer as minhas coisinhas; só depois ir para a sala, sentar-me calmamente (novamente calma....estou quase lá!), pôr no play e devorar a série ou filme ou entrevista que não queria perder por nada! Imagino todas as noites, quando a meia noite se aproxima, sorrateira, este sistema à distância de um botão: quando sentisse que o tempo se estava a esgotar, esperava sorridente até ao último minuto, ao último segundo, para vingar e carregar no pause :D Depois ia arranjar as unhas, postar no blog, ver o mail, ver amarelos e rir muito em voz alta, acabar de ler "aquele" livro que está sempre na mesinha de cabeceira, namorar um bocadinho mais....e só depois, depois de me fartar de fazer tudo aquilo que gosto, tudo aquilo que maioritariamente coloco em segundo lugar porque "não tenho tempo", depois de muito deste "tempo", carregava no play e ia dormir, feliz e muito mais completa! Enfim.....nunca vou ser uma grande gestora se tudo gerir tão bem como o meu próprio tempo. O mais caricato é que sei que o tempo é o que fazemos dele e as prioridades na nossa vida somos nós que estabelecemos. Eu sei, mas deslizo sempre no tempo, tanto no que tenho como no que ainda está para vir.....é, nestas coisinhas sou muito papá!
Bom, ao menos existe a consciência disso mesmo....!

Tava Balofa

Como já é sabido, sou fã dos Gatos, todos. Especialmente dos fedorentos. Embora ache que podiam, efectivamente, ser mais balofos, mas continuo a achar muita piada aos meninos.



Este sketch é um dos meus preferidos e desde a primeira vez que o vi, na Rua do Raymundo n.º 81 no tátil da nha gaija :), que se usam expressões como "Tava balofa" ou "Luzidia" para toda e qualquer situação que envolvesse (ou não! :D ) excesso de peso. E heis que dou por mim com mais 3 Kg desde que cheguei à bonita cidade de Aveiro. Ora.....isso mesmo: tava balofa!
Bom, balofa, balofa não, que isto de roçar o gigante também tem que ter vantagens :D O pior nem é a silhueta, é mesmo a quantidade de roupa que ali tenho e que insiste em me apertar!! :S E pior...a saúdinha! E não que coma desalmadamente ou que tenha refeições menos saudáveis, não senhores, a diferença é só uma: andar a pé. Portanto, agora vou ali dar uma corridinha e venho ja :|

Friday, September 26, 2008

TODO

/*TODO: Postar no bog, com tempo e calma....*/

Thursday, September 11, 2008

Profundo

Ontem, quando finalmente fui tratar da prova de esforço e ecocardiograma e tudo e tudo, dei com esta frase solta numa parece branca:

Sofremos muito com o pouco que nos falta....e gozamos pouco com o muito que temos.

Simples, mas extremamente verdadeiro. Fez-me pensar em quantas vezes já tenho parado para pensar isso mesmo, ainda que por outras palavras. Chego até a pensar que é vicioso, cíclico. Começamos a lamentarmo-nos disto, depois daquilo e, claro, há sempre alguém ao nosso lado que também se lamenta, que está desiludido ou desapontado com algo até chegar ao ponto de nos lamentarmos só por lamentar, porque já é hábito nos queixarmos que nos falta qualquer coisa, ou que qualquer coisa está mal. A última vez apercebi-me a tempo e decidi que não ia mais alimentar queixas ou lamúrias. Espero pensar sempre a tempo.

Se pensarmos bem, todos têm de que se queixar, uns mais que outros. Na verdade, tudo depende da importância e prioridade que damos às coisas. É uma questão de perspectiva. Uma dona de casa pode ter tanto stress como um grande empresário, se colocar na sua profissão todo o peso e foco da sua vida. Não tem que ser necessariamente a profissão ou a responsabilidade dela que traz o cansaço, a vida agitada ou as situações de alta pressão, tudo isto somos nós que construímos e que permitimos que exista, tudo isto está dependente das prioridades que temos na nossa vida e da importância que damos às coisas, às pessoas e às situações. A nossa vida depende, maioritariamente das escolhas que fazemos e isso, tem tanto de excitante como de assustador....mais uma vez, é tudo uma questão de perspectiva.

Enfim, pensamentos à parte, estou muito saudável, obrigadinha! :P

Tuesday, September 09, 2008

Piada à la Oso

O livro de matemática suicidou-se. Sabem porquê? Tinham muitos problemas!!!

:D

Novo tempero

É assim, quando se pede aos meninos para adiantarem o jantar, nomeadamente fazer a salada, fica-se com a saladinha temperada com estragão e jura-se a pés juntos que são orégãos!!
Ora.....eeeerrrr.....não é porque está na prateleira das especiarias e que tem ervinhas lá dentro, que tem que ser necessariamente óregãos, o facto é, que existem mais ervinhas enquanto especiarias. É sempre uma aventura! 8-)

Friday, September 05, 2008

Complicadinhos

Há pessoas que nascem com complicómetros, normalmente na instância máxima. No que toca a código é um pesadelo. Já desligavam essa m$#%a!!!!

Tuesday, September 02, 2008

És capaz de te engasgar......

Exóticos

Qual é o problema de parecerem que levaram um murro??? São exóticos, e depois? Eu cá por mim gosto de todos e também podia ter um destes....aliás, um de cada! Tenho dito.



:D

Haverá o quê???


Pois dizia que ia haver sangue, e quando assim é, eu vou buscar uma manta (sim, mesmo em Agosto!) e enrolo-me muito entre a manta e o meu gaijo e fico à espera de ter muito medo e de me assustar muito! Pois mas......não foi bem o caso. Sangue, nem vê-lo, só do negro mesmo....ah sim, era o trocadilho do petróleo que deve ter sido a parte mais emocionante do filme! Hiei. Enfim, o que mais me chocou nem foi a história, porque até acho que havia ali qualquer coisa, (e bons actores sem dúvida!) o mais chocante foi mesmo a banda sonora! Nunca eu me tinha apercebido da importância da banda sonora num filme, talvez porque, até à data, se tinham adequado às situações, aos momentos a decorrer no filme. Pois quando pela música, se pensa numa cena totalmente oposta à que está a acontecer, aí sim, vemos a importância da banda sonora do filme. Mas pronto, como se aprende sempre qualquer coisa, eu aprendi sobre petróleo, sobre como se abriam os poços e como se tirava de lá o óleo-que-vale-ouro. Mas daí a ter 3 cds do senhor de idade a tirar petróleo.....epa não! Ainda por cima morre no fim. Já disse! Ao menos morria no meio, sempre havia o tal sangue que tanto falava! Pfffffffff, fraquinhu.

Figos da Índia

Eu não sei se eles são ou não da Índia, nem me convém que sejam, porque ando farta de indianos até aos olhos! Mas o que é facto é que eles existem, e aqui a alentejana sabe bem do que fala. Pois bem, mais uma vez os meninos aqui do norte/centro/cena ficaram muito espantados quando eu digo que "faz lembrar os figos da índia....". Ninguém conhece figos da Índia??? E começa o inquérito na empresa: Alguém conhece figos da Índia?? E ninguém. Até que uma rapariga diz que só conhece figos do Diabo....e aí começo a associar os indianos ao Diabo, o que não facilita a nossa relação de coleguinhas......hummmmmm. Ok, pelos vistos também se podem chamar de figos do Diabo, dado que são rodeadinhos de picos, muito fininhos, mesmo propositados para se cravarem - literalmente - nos dedinhos! Então, figos da Índia (ou do Diabo, ou qualquer coisa assim) são frutos que nascem no topo dos cactos ou, dado o nome dos frutos, figueiras-da-índia ou ainda, figueiras-do-inferno (reparem na adaptação do nome de Diabo o fruto para ser do inferno a árvore). Aqui vos deixo uma foto

E comem-se sim senhores! E são bons sim senhores! Ora estes figos, depois de cuidadosamente apanhados e com o igual cuidado, se retirarem todos os picos que neles existem, descascados, são uma verdadeira delícia! :D
E claro, tratando-se de cactos e alentejo, veio logo a piadinha de "isso só mesmo no deserto"! Ah ah ah. Mas a gente no alentejo sabe comer bem! É à confiança ;)

?

Abra uma conta num banco qualquer....e ganhe um CD de Jorge Palma???????

Mas a sério....isto é o quê????? Oh valha-me.........

Saturday, August 30, 2008

Hug a Developer

Isto está realmente muito bom!! Nós já pensámos em colocar alguns destes ditos em algumas ilhas por aqui. :)
A todos os informáticos, aqui vos deixo.

Tuesday, August 26, 2008

Deprimente

O debug de aplicações Web é DEPRIMENTE. Tenho dito.

Monday, August 25, 2008

O coração

Dizem que o coração não dói. O órgão, pelo menos. A mim dói-me qualquer coisa perto dele e ando a ver se descubro o que é.
Faz agora um ano que esta mesma dor me incomodava, e nem cheguei a saber o que era, ainda que tenha feito exames e me tenham garantido que não era coração, esse não doía. A mim dói-me. Mas dado que pensava (como a maioria das pessoas) que o coração estava do lado esquerdo do peito, também posso achar que me dói. :D A verdade é que está ao centro, entre o externo e o esófago, apenas parte dele está do lado esquerdo, assim meio tortinho!


As coisas que uma pessoa aprende em hora e meia de consulta com um cardiologista já de sua idade! É verdade, hora e meia! Eu pensava que estas coisas já não existiam, mas existem! Passo a explicar: no desespero de esperar meses (!!) por uma consulta - e já não falo no público, no privado mesmo, em clínicas onde já se paga bem! - resolvi tentar um particular independente, só para ficar mais descansada. Marquei então consulta com um Dr. qualquer cujo o contacto encontrei na internet. Hoje, ao entrar no prédio julguei logo por o aspecto que não tinha sido boa idéia ir para ali (sozinha!). Subi ao primeiro andar e vejo, de longe, um senhor a passar a meia idade, com cabelo grisalho, camisa xadrez e uma secretária muito cheia de muita coisa, muitos cartazes na parede e pensei "Deve ser uma espécie de recepção!", quando o senhor me diz que é o próprio, o médico em pessoa. O consultório - mínimo em espaço - tinha grandes pilhas de envelopes brancos espalhados por cadeiras, estantes e arquivos onde, já a abarrotar, as gavetas não fechavam. Primeiro pensamento informático: "quanto é que será que o senhor não dava para lhe informatizar isto tudo?"
Sentei-me e ele saca de imediato de um desses envelopes brancos e uma folha igualmente branca onde escreve, em ambos, o meu nome completo e contacto telefónico. Está feita a ficha! Haja eficiência!!! Quais filas à espera, quais estar de pé e ter que gritar os meus dados pessoais à senhora que está atrás do balcão e a todas que estão na sala de espera! Não, ali há privacidade e individualidade! Feita a ficha, começa uma autêntica aula de anatomia, com direito a corações "desmontáveis" e tudo! Aortas, carótidas, ventrículos, aurículos, veias e artérias, aneurismas, avc, tabaco, colestrol....o senhor falou-me e explicou-me tudo! Não que me ficasse tudo, mas como ele ia dizendo entre um fôlego e outro, "isto fica tudo como cultura geral"! Pois bem, aprende-se muito quando temos quem nos ensine! Tenho a certeza que aquele senhor é um grande médico, que, segundo o próprio "trabalha meramente por prazer, ao contrário de muitos!", comentário ao qual tive que responder que "era quase um luxo nos dias que correm". Enfim, um grande médico e senhor. Tudo isto para dizer que as aparências iludem e que, pagar por pagar, prefiro pagar e ainda aprender qualquer coisinha e sempre ter uma hora e meia de consulta, ao invés dos tradicionais dez minutos a correr!
Agora é fazer exames (que não dão para copiar!) e esperar passar com distinção!

Tuesday, August 19, 2008

Ondas do mar

Estas férias, na praia, enquanto o meu mega xonxo brincava no mar, mesmo junto à rebentação das ondas, o pai dizia-lhe:

"
Pai - Não andes aí em cima da rebentação das ondas!

Ele - .... (nada)

Pai - Olha que depois cais....

Ele - .... (nada)

Pai (talvez a pensar que ele não o estava a perceber) - Sabes o que é o rebentar das ondas?

Ele pensou um pouco e depois diz com os seus olhos negros muito abertos:
- Sim, rebentar as ondas é quando elas vêm do mar, chegam à areia, não aguentam mais....e rebentam!!!

"

Muito bom! :D

Insustentável

Vejamos, quantas vezes já nos deparámos com a seguinte mensagem nesse grande SO que é o Windows? (para que não haja dúvidas eu estava MESMO a ser irónica!!!!)

Pois bem, várias, não é verdade? Pelo menos a quem o usa ou trabalha com ele (que não parecendo, são coisas diferentes, já que a última opção pode não ser feita de boa vontade....)!
Eu estive nesta irritante situação há instantes atrás e recorri novamente ao meu colega do lado. É certo que me queixo de muitas coisas nesta empresa (é certo que me queixo de muitas coisas da vida!! Não que seja insatisfeita, mais porque sou contra comodismos e habituações a situações erradas só "porque sim".), mas é um facto que as pessoas são o melhor dela, e como para mim as pessoas são mesmo o melhor da vida, já não é assim tão mau trabalhar aqui! :P
E como falo (e escrevo!) muito, já me estou a perder.....ah! Ia a dizer que recorri ao meu colega do lado que é assim daquelas pessoas que conhece tudo o que é software que existe na internet (também porque já viu a internet toda muitas e muitas vezes!!), principalmente aquele que exista para destruir outro ou simplesmente para a chamada "trafulhice" :D - Uma espécie de Marafado (****) em versão Windows! Pois bem, eis que fiquei a descobrir isto que permite apagar qualquer ficheiro deste SO, mesmo quando ele próprio insiste em não deixar!!!
Portanto, assim se vê que o Windows por si só não serve de grande coisa, já que até para apagar os próprios ficheiros, precisa de software (e free ainda por cima!!!) para o fazer! Divertido.

Será que os senhores da Microchoose sabem disto? Pode ser que dê para o apagar todo........

Monday, August 18, 2008

Jogos Olímpicos e Orgulho Nacional

Portugal está nos Jogos Olímpicos em várias modalidades. Temos, portanto, vários representantes de Portugal nos JO. Então e as bandeiras às janelas? E os cachecóis por todo o lado? Então o hino de mão no peito? Então esse orgulho em ser Português?..........ah, não é futebol, não é o Ronaldo e a sua trupe..................

Sunday, August 17, 2008

New look


Já se sabe que me farto um bocadinho de estar sempre igual....e depois, claro, com uma mega cunhada a ajudar, desta vez deu-me para os caracóis! Bem fixxe! ;)

Thursday, July 31, 2008

:D


Até dia 18 :D

AAHAHAHAHAH

Para iniciantes

Quem estiver interessado, esta é uma boa forma de começar:


Príncipe

A melhor amiga/namorada :D do meu mega Xonxo levou a barbie para a escola, e enquanto olhava para ela orgulhosa, disse:

"
Ela - A minha Barbie parece mesmo uma princesa, não achas?
Ele - Não, tu é que pareces mesmo uma princesa.........
"

Quando a mãe dela lhe perguntou se eles costumavam ter este género de conversas, ela responde naturalmente: "Claro, são as conversas dos namorados pequeninos!"
Aos 4 anos! Sem comentários.

É demasiado inocente para os adultos compreenderem!

Monday, July 28, 2008

Festinha

Embora não se veja bem na foto, estas são crianças que vão passar para a primeira classe.


Deixam a creche e vão para a primária e por isso são finalistas. A escola fez uma festa de Verão - de fim de ano lectivo - onde todas as crianças tinham uma música e respectiva coreografia para apresentar. Estes finalistas vieram assim vestidos: de finalistas!! Com o pormenor da colher de pau e das fitas. Para mim o expoente máximo da coisa, foi o facto das fitas estarem, efectivamente, assinadas! Assinadas e pintadas, tal como os finalistas "crescidos"! Mas o que se escreve a uma criança de 5, 6 anos, prestes a entrar para a primária??? "Desejo-te muita sorte nesta nova etapa da tua vida...." ou "chegar aqui foi difícil, mas tu venceste...."
LOL Muito bom mesmo. De qualquer forma é melhor ir pensando, porque mais dois anos ele lá estará!

Thursday, July 24, 2008

Oh pra mim

A ouvir The Doors outra vez! :D

Let's swim to the moon, ah ha
Let's climb through the tide
Penetrate the evenin' that the
City sleeps to hide
Let's swim out tonight, love
It's our turn to try
Parked beside the ocean
On our moonlight drive


Aaahhh se aquela fonte falasse.........

Tuesday, July 22, 2008

Little Bit

Ainda na sequência do que descobri no blog do Bruninho, adorei esta música! Aqui deixo a letra aos mais orgulhosos, que são muitos!! :D





hands down
i'm too proud for love
but with eyes shut
it's you i'm thinking of
but how we move from A to B?
it can't be up to me
'cause you don't know
eye to eye
thigh to thigh
i let go

i think i'm..

a little bit, a little bit
a little bit in love with you
but only if you're
a little but, a little bit, a little bit
in lo-lo-lo-lo-love with me
oh

ooo-ooo...

and for you i keep my legs apart
and forget about my tainted heart
and i will never ever be the first
to say it
but still I,
yes you know I..I..I..
i would do it,
push a button
pull a trigger,
climb a mountain
jump off a cliff,
'cause you know baby
i love you love you a little bit
i would do it, i would say it
i would mean it, we could do it
it was you and i and if only i..

i think i'm
a little bit, a little bit
a little bit in love with you
but only if you're
a little but, a little bit, little bit
in lo-lo-lo-lo-love with me

come here, stay with me
stroke me by the hair
'cause i would give anything, anything
to have you as my man (2X)

a little bit, a little bit
a little bit in love with you
but only if you're
a little but, a little bit, little bit
in lo-lo-lo-lo-love with me

Monday, July 21, 2008

Descobri

Outro antípoda. Dá sempre jeito ter um por perto, não nos deixam parar!


antípoda
do Lat. antipodes < class="categoria">s. m., habitante de um lugar da Terra diametralmente oposto ao de outro;
(no pl. ) pontos da superfície terrestre diametralmente opostos (latitudes iguais mas de sinal diferente e longitudes que diferem 180º).


É nestas pequenas coisas que todos os dias me lembro daquela letrinha que desapareceu da minha vida à mesma velocidade com que entrou....e o impacto foi o mesmo, em direcções diferentes do coração. Espero que estejas aí.

Sunday, July 20, 2008

A Lua

A lua está cheia. A questão é: de quê?

O meu gaijo diz que é de fome....mas acho que está a falar por ele. :D

Thursday, July 17, 2008

E recordar é viver....

Toda a gente a ir aqui e a pesquisar por 18 Strings e a ouvir a musiquinha!!!! Não é preciso registo, bora laaaa! Super....

E recordar é viver.....lallaaaalaalaaalala

Muito fixxe o site!

Tuesday, July 15, 2008

Preciso

De ir a casa dos papás.

Porquê?


Lembro-me de há cerca de um ano o meu mega Xonxo estar na curiosa "idade dos porquês". Porquê isto, porquê aquilo. Era um dia inteiro a perguntar porquê.

"
Ele - Porque é que a Lua é branquinha pai?
Pai - Porque ela está lá tão alto, tão alto, que consegue ver o sol, que brilha muito e faz com que a lua consiga ser branquinha!
Ele - Então porque é que não lhe vejo os olhos, pai??

"

Enfim, tudo tinha um "porquê"! Numa das nossas conversas com muito propósito, ele perguntava porque é que a lareira tinha aquela "coisa" à frente quando estava acesa. Eu lá lhe explicava que era uma grelha e que servia para nos proteger se o lume saltasse para fora da lareira, ao que ele responde "E o que é proteger?" :D Eu lá tentei explicar. E depois da explicação resolvo ser eu a perguntar: "E porque é que tu estás sempre a perguntar tudo "porquê"?" Ele levanta os dois braços e diz numa grande expiração, com o olhar aberto de desespero "Então Madinha, eu não sei nada.....!!!" Eu sorri, dei-lhe muitas beijocas nas bochechas (mas isso dou sempre!) e disse-lhe que fazia muito bem, que temos que perguntar sempre que não soubermos, que não fazia mal não saber porque havia sempre quem nos ensinasse e o mais importante era aprender. Ele sorriu e voltou a fixar-se na grelha. :D

Lembrei-me deste episódio este fim-de-semana, quando me disseram que a característica que mais se destacava em mim era a minha facilidade de comunicação. Disseram-me que era uma boa comunicadora e que tinha o dom de sorrir. Disseram-me para não o deixar de fazer e para manter a minha persistência em saber porquê. Disseram-me que Sócrates (não este, claro!! O mais antigo :p) era assim, que buscou o conhecimento pela dúvida, pela questão.
Eu senti-me orgulhosa, ainda que a avaliação assentasse em muitos dos que se encontravam na roda. De qualquer forma gostei da ideia que conseguiram levar de mim depois de 40 horas presenciais, ficaram com parte de mim, com uma verdadeira parte de mim - ainda que o que tenha de mazinha compense isso tudo :P

E agora vamos lá a saber porque é que estão a ler este post??? Eu preciso de saber tuti!!! :D

Sonhei


Hoje sonhei que as aulas de Yoga eram numa grande Quinta relvada. A Quinta era vedada por arbustos, verdes e muito altos. No meio existia uma piscina, onde a água transbordava e onde existiam grandes peixes, parecidos com as pescadas. O desafio era fazer Yoga perto da piscina, onde nos deveríamos abstrair de tudo, até do som da água. Quando me sentei na relva e cruzei as pernas, fechei os olhos para me concentrar e um peixe deixa-se levar pela ondulação da água e chega à borda da piscina. Eu ignorei e continuei a concentrar-me no interior de mim mesma. Porém, o teimoso do peixe, vem aos saltos até estar ao meu lado e quando o vejo, levanto-me de repente, ele abre as asas (sim, as pescadas nos meus sonhos têm asas.....eu posso tudo!!!!) e volta para a piscina. Eu fiquei horrorizada e não me conseguia concentrar, só a pensar nas pescadas voadoras! E o mais estranho é que eu era a única que estava na aula....será que as pescadas eram os outros? :|

Continuam muito normais os meus sonhos.....

Monday, July 14, 2008

Sexo

E com este título sujeito-me a ter muita gente a ler este post. Mas é mesmo esse o objectivo.

Um dos canais portugueses, mais concretamente aquele que passa as 50273737393732239 novelas....ah isso são todos? Então aquele que tem as Tardes da Senhora Cor-de-Rosa, sabem? Esse! - Apostou nestes dois spots publicitários para alertar para a importância do uso do preservativo:





E aqui tenho que evidenciar o espectáculo de anjo que eles foram escolher!!



Em França, foi-se mais longe e chegou-se a esta agressividade de imagens - que são essenciais neste tipo de alertas:


A primeira vez que as vi fiquei chocada, intacta, e o efeito repete-se com mais intensidade apenas com menos surpresa. Isto é boa publicidade, intensiva e marcante. Da mesma forma foi a formação (ainda que em simulação) que tive sobre este tema. 15 minutos bastaram para nunca mais me esquecer destas imagens, do simbolismo que carregam e da mensagem que passam.



Sabiam que

Os homens têm a primeira relação aos 17 anos e as mulheres aos 19

59,1% dos homens garantem ter tido quatro ou mais parceiros ao longo da vida, 55,7% das mulheres afirmaram ter tido apenas um

15,7% e 21,8% dos homens referem que o último e o penúltimo parceiro, respectivamente, foram ocasionais, contra 4,5% e 5,9% das mulheres

59,2% das pessoas admite que não usou o preservativo na primeira relação com o parceiro mais recente

52,1% das pessoas confessa nunca ter utilizado o preservativo nas suas relações sexuais

58,8% considera que uma relação sexual entre dois homens é algo totalmente errado e 53,8% considera o mesmo no caso de se tratar de duas mulheres

Isto em Portugal.

Íris


É preciso ter muita sensibilidade:

"
O pai - Quando a minha filha nascer....
Eu - Ai é uma menina?

O pai - Sim!

Eu - E como é que se vai chamar?

O pai - Íris
Eu - Como a do olho?

"

É o que dá ser desbocada! E eu até disse inocentemente, até porque tenho uma grande admiração por este futuro papá! Mas estávamos num jantar, só malta jovem (e maldosa!), bem regada de vinhaça tinta......e pronto, foi risada geral! Eu e a minha boca grande...estou a pensar nisto desde sábado!

E só depois fiquei a saber como o nome tem tantos e diferentes significados, o que um filho, por si só, já traz.

do Lat. iris < class="categoria">s. f., Anat., membrana ocular colorida, situada no interior do globo ocular;
s. m., conjunto de faixas coloridas que envolvem as imagens dadas pelos sistemas ou pelas lentes com incorrecções;
Ópt., diafragma regulável que controla a quantidade de luz que entra num instrumento óptico;
s. f., Bot., género de plantas que serve de tipo às iridáceas;
lírio;
Zool., borboleta diurna;
s. m., Meteor., arco colorido formado pela decomposição da luz solar e também denominado arco-íris;
Geol., tipo de quartzo irisado.

Arco-Íris porque a íris é o espectro de todas as cores....nunca tinha pensado nisto!

Wednesday, July 09, 2008

O ENEI é para sempre!

Sempre se disse que era para sempre e afinal é mesmo! Ao contrário do que todos já pensavam, o ENEI vai acontecer novamente e, coincidência ou não, é a bonita e académica cidade de Aveiro que vai acolher o evento! Que orgulho...! :)

"A Ria penetra na cidade criando uma imagem única de interligação entre o meio aquático e o meio urbano. Os barcos dão colorido e animação à cidade. Nos bairros ribeirinhos esta simbiose encontra-se a cada passo. Pequenas casas caiadas, ou revestidas a azulejos, reflectem-se nas águas. Ruas estreitas, de gentes acolhedoras, conduzem a singelas capelinhas, marcas da religiosidade popular."

E é mesmo!

Friday, July 04, 2008

Criança

Soube ontem que o segurança aqui da empresa desliga a tomada do aspirador à senhora das limpezas e depois esconde-se a rir e a ver a reacção da dita senhora perante tal fenómeno.....! É divertido, não haja dúvida, e falamos de senhores dos seus 40 anos, o que prova que realmente há sempre uma criança dentro de nós....e pelos vistos dura muito tempo! :D

Tuesday, July 01, 2008

A cobra, a cobra, a cobra está fumando....

:D

Para quem não acreditava, aqui está ela:




Gordinha, hein??

Ai este meu aquariano que ficou fã do seu aquário! :) - isto podia ser egocentrismo ehehehehe

Sunday, June 29, 2008

Novos Inquilinos

Cá estão os novos inquilinos cá de casa:

Até que são sugadinhus :D


Isto, embora não parecendo, é uma cobra de água doce (por baixo da pedra) :


Bem fixe!

Thursday, June 26, 2008

Wanda th Fish Says:

Q: How many psychiatrists does it take to change a light bulb?
A: Only one, but it takes a long time, and the light bulb has
to really want to change.

Wednesday, June 25, 2008

?

Se pensassem no tema mais unitário da área de Informática, aquele que pudessem explicar a qualquer pessoa em 5 minutos, qual seria? :S

Giruuuuu!

O Nome


A Susana lá da escolinha vai ter um mano, mas o grande mistério é como é que a mãe da Susana ficou "assim" - e "assim" era mesmo o termo empregue para descrever grávida! Depois de muitas perguntas difíceis, de muitas explicações igualmente difíceis, de muitas sementes do pai para a mãe, ele lá se foi esquecendo - ainda que pouco convencido - deste mistério. Finalmente a criança nasceu e numa destas viagens, os dois no carro, resolvi perguntar:

"
Eu - Então, o mano da Susana já nasceu?


Ele - Já! E a mãe da Susana levou ele lá à escola para a gente ver....!

Eu - Então e gostaste, era bonito?


Ele - Sim, chama-se Rafael e foi a Susana que escolheu o nome!

Eu - Boa, Rafael é um nome bonito!


Ele - Madinha, achas que quando eu tiver um mano, posso escolher o nome dele?


Eu - Sim, eu acho que sim....


Ele - Oh não posso nada, a mãe não vai deixar.....


Eu - Vai sim, então porque é que a mãe não havia de deixar?


Ele - Oh, porque eu queria Leonardo como as TartaLugas.....e ela não deixa......


Eu - (a conter-me) Ela deixa, Leonardo é um nome bonito! Mas olha que nós não escolhemos e por isso também podes ter uma mana, assim como a Madrinha e o Pai que são manos!


Ele - Naaaaaaaa, isso não dá Madinha....as TartaLugas são todos meninos!!!!

"


Aqui tive mesmo que me rir....! As TartaLugas, são as Ninja mesmo e aposto que ele preferia ter uma tartaruga lutadora do que um mano - ainda que Leonardo -... e Leonardo já não foi mau, vá lá não ser Donatello!!