Monday, December 31, 2007

Formato Mínimo

Ele tem três anos, mas como em muitas outras coisas, sabe do que gosta e gosta desta música....ninguém percebe porquê, mas ele gosta!
Aqui fica para o meu amor de palmo e meio, a música que fala de amor e sexo em formato mínimo!



Tuesday, December 25, 2007

Natal é

Família. Natal é essencialmente família, é estar em família, partilhar uma noite de conforto na companhia dos que mais amamos, partilhar um presente, que não significa mais que estar presente na vida dessa pessoa, de alguma forma. O Natal não é o consumismo ao que o reduzimos hoje em dia, não se traduz pelo número de prendas que oferecemos, nem pelo seu valor físico ou financeiro. O Natal não é um jantar de excessos que culmina numa troca de prendas....nem deveria ser só mais uma noite em família, muito menos só mais uma noite.
Eu ainda sou do tempo do Natal com significado, com tempo para reflexão, com oração e sentido de sacrifício na nossa vida. Eu sou do tempo do Natal em família, onde havia a magia do Pai Natal e a realidade de que a abundância e os excessos não são necessários.
A minha família está a crescer, a mudar de idades, de tradições, de hábitos e crenças...eu também estou a crescer e a mudar, e o meu conceito de Natal está a mudar comigo e devo admitir que a morrer um pouco....e a verdade é que isso me incomoda. Talvez nos tenhamos deixado levar por um bom leitão, travessas de marisco fresco, a escolha de um bom vinho, muitos doces e fritos e estejamos a esquecer que o Natal tem um contexto, existe por uma razão que tenho medo de perder.

Enfim, mas é Natal e, portanto, seja qual for o vosso conceito de Natal, que seja Feliz, que seja solidário também, mas acima de tudo, que seja em família, onde o conforto físico e espiritual vai ser sempre o melhor! Por isso desejo a todos um Feliz Natal, repleto de tudo aquilo que procuram nele!!

Friday, December 21, 2007

Nada melhor

Que a casa dos papás para curar uma gripe... :S Aliás, nada melhor que a casa dos papás. Sopa quentinha, comidinha na mesa, manta no sofá, dormir até me apetecer.....nada melhor que umas férias antes de mudar a minha vida "de pernas para o ar", como dizia o outro! Venham elas....por favoooooor!

Thursday, December 20, 2007

É Natal!

Amanhã é o Jantar de Natal da Empresa. Ninguém de Évora vai, já que as sextas-feiras são sagradas... isso, e não haver pachorra para ir e vir no mesmo dia para Lisboa! :S Assim, hoje é o Jantar de Natal do NITEC, ui! Três gatos pingados num restaurante chinês....há coisas deprimentes, não há?? (esta parte é dita por uma loira!) Não, por acaso não tem nada de deprimente, antes pelo contrário, é um jantar de amigos e não apenas de colegas! E não só, mas também, por ser Natal, resolvi comprar uma lembrança aos meus algarvios que me aturam há tanto tempo, como ninguém - são oito horas diárias, não é fácil! :P Isso e para ver se os rapazes não se esquecem da alentejana que abalou para Aveiro....assim....!
A parte que acho mais divertida foi a que fiz questão de comprar sacos de papel do Winnie The Pooh para lhes entregar a lembrancinhas :D ehehehhe Gaijos, machos, deveras....com saquinhos de papel azulinhus! Ehehehehehehe E o triângulo, é de lantejoulas, é?? Para condizer?? :D

Hoje sim!

Hoje almoçamos os três. Hoje houve aquele abraço apertado de saudade. Hoje houve aquele olhar de medo de não nos voltarmos a ver. Hoje foi a última vez que falámos no hall da nossa casa. Hoje tenho saudades vossas....
Foi um aninho de muitas partilhas. Viver com alguém não é só partilhar espaço físico, há toda uma partilha de vida, de vivências, de feitios, de dia-a-dia. Partilha-se tudo, aprende-se e ensina-se. Vive-se. Eu tive a sorte de partilhar casa com dois dos melhores amigos; vivi em família este ano, é como chegarmos todos os dias à nossa casa e ter lá a nossa família, é dispôr tudo e receber igual. Obrigada pelo espaço, pela paciência, pela infindável amizade e por o dia de hoje, pleno de gargalhadas e abraços apertados que nunca vou esquecer. Adoro-vos muito, minhas pêgas!!!!!
Toca a ser feliz que não há vagar para mais nada!!!!!! :P

Wednesday, December 19, 2007

Mudanças - Parte I

Já se começa a empacotar por aqui! E, claro, nestas alturas aparece tudo aquilo que durante ANOS não encontramos!! E o que fui encontrar no fundo da gaveta das meias?? A chave de casa do Pintinhas...aaahh pois eehhh! E vendo....quanto dão, quanto dão?? :P Bons tempos amiguinhu, em que mi casa es tu casa :) Mas isso sei que vai ser sempre assim, vamos sempre ter a chavinha da vida um do outro! Eu continuo com a da tua casa....só não moras é lá!!!
Aii....ainda não abalei e já tou cheia de saudades........!

"E abalei do alentejo, olhei para trás chorando...." lalalalalaaaa Já cantavam os outros.......


P.S. Não me perguntem porque estava na das meias..... LOL

Parabéns!!

Hoje os meus pais fazem 36 anos de casados. É muito tempo, é uma vida!! São exactamente 36 de muito amor, que às vezes toma a forma de partilha, de carinho, de tolerância, de paciência, de companhia....de tudo, é o amor em todas as suas formas! São muitos anos de família, de filhos e netos e tudo o que eles trazem de bom e de menos bom. São muitas horas sem dormir, muitas dores de cabeça, muitos sorrisos, muitas lutas, mas acima de tudo, muitas victórias! É bonito!
Sou fã deles :D E se eles conseguem, eu acredito no amor, em todas as formas que pode ter, em tudo o que pode suportar e, mais importante, tudo aquilo que pode ultrapassar! Não são só sorrisos, nem só frases bonitas, é ter a frontalidade de se dizer o que se pensa, de conhecer a altura certa para se dizer e de reconhecer as consequências. Na minha casa sempre se disse tudo, e com isso aprendemos a conhecer as pessoas que mais amamos e que nos são mais próximas, aprendemos que as palavras magoam muito mais que todas as atitudes, aprendemos o mais importante: que o diálogo é a melhor forma de viver em família!
Um beijo enorme aos papás que todos os dias estão de parabéns e que nem sonham com o conceito de blog :P, mas que são uns mega pais e, mais recentemente, uns mega avós, diria mais, umas megas pessoas! Quando eu crescer, quero ser assim....só menos teimosa....eeerrrr....parece que é de família! ;)

Monday, December 17, 2007

Desta vez não foi por acaso


Fomos à Serrrrra ver Tiago Bettencourt & Mantha. Tinha tudo para ter sido divertido! O conceito de concerto era tranquilo: num anfiteatro pequenino, com uma acústica muito fixe, o pessoal sentadinho em cadeiras confortáveis, um grupo bem disposto, um Frei João tinto no buxo :D Tinha tudo para ser divertido, não fosse o senhor pensar que aquilo era um concerto no exterior e pôr o volume no máximo! Não fosse mesmo ele estar constantemente às piadas (parvas!), não fosse mesmo o senhor ser "só relativamente estúpido lalalalalaaaalaaa"!!! LOL
Eu já sabia que a criatura tinha aquela pancada, já que quando veio à Queima aqui em Évora, se indignou muito porque as pessoas estavam a beber copos e a conversar em vez de estar a venerar o menino....eeeeerrrrr, é uma Queima...?!!?!? DUUH!
Enfim, só prova que as coisas que acontecem por coincidência, não combinadas, sabem muito melhor, já que o da Ala dos Namorados, nesse mesmo sítio e sendo o grupo muito menor em número, foi bem melhor!!
Aii Tiaguinhu....

Tuesday, December 11, 2007

Por falar em recordações...

Esta música faz-me lembrar uma manhã de primavera, solarenga e quentinha. Consigo sentir o sol a bater-me no peito e o quentinho do carro, consigo sentir a felicidade de um dia comum....!



Monday, December 10, 2007

Anúncio

Estou para o fazer a algum tempo aqui no blogue. Tenho a anunciar que no próximo mês não estarei mais em Évora, vou rumo a uma nova cidade, a um novo emprego, enfim, a uma nova vida porque sempre se disse "Ano Novo, vida Nova". O plano (lá estou eu a planear :P) sempre foi esse, seguir para uma vida nova, embora sem saber ao certo onde. Agora já sei: é Aveiro, cidade também acolhedora e não muito grande, para não cansar! :) O emprego também é novo e sobre ele ainda não sei muito, só que é maior, a sério e novo, tudo novo...
As certezas passam por ter chegado ao ponto máximo de saturação de Évora, por todos os amigos irem partindo aos poucos, por tudo começar já a ser uma feliz recordação e não mais que isso...deixei de pertencer, de fazer parte, de me sentir aqui. Devemos seguir o coração, a vontade, os sonhos...mas devemos sempre pensar, ponderar e saber esperar pela melhor oportunidade de conjugar a nossa vontade e os nossos sonhos com aquilo que a vida nos estende no caminho. Saber esperar é uma grande virtude, sempre disse o meu mega Pai.
As coisas acontecem naturalmente e eu gosto de pensar que nada é por acaso, como tantas vezes digo, por isso vou com fé, com muita vontade e força para viver tudo o que tenho pela frente, mas também com o "salgadiço" nas mãos do nervoso miudinho e com o coração a bater apertadinho....posso, posso ter um cadinhu de medo, posso?? :P
Vou ter saudades de tudo, do calor do alentejo principalmente! Os amigos, esses, vão onde eu for, levo-os a todos no meu coração! Aqui, ficam os momentos deliciosos de 5 anos de universidade e 1 de trabalho, ficam sítios mágicos e especiais, ficam vivências e experiências que tiveram o seu lugar na altura certa, com o devido significado; nesta cidade ficam os melhores anos da minha vida, não porque não vá viver melhores, mas porque a idade era a melhor!

(E agora isto soou a idoso, mas não se preocupem que é só do sono....também não melhorou, ne?)

E pronto, era isto. :D Prometo que vou dando notícias e actualizando o blogue, que também vai dar uma volta por essa altura, para ver se os homens deixam de ter vergonha de o estar a ver à frente dos amigos...não quero que percam essa masculinidade, ahnn!!!!

Uma coisa ninguém me tira, vou sempre poder dizer, orgulhosa, "Ixxx, lembras-te daquela vez em Évora...."

;)

24º Aniversário

Foi estranho....
Não fiz nada daquilo que queria, não correu como tinha planeado e isto só prova que nem sempre se pode planear, e o mais importante é que nem sempre podemos esperar, quer das pessoas, quer das situações.
Não deixou de ter a sua magia, o seu lado diferente, num jantar acolhedor com os melhores dos amigos, os mais chegados, os que sempre estiveram lá, sentados à luz das velas com um sorriso para mim.
Para além de tudo, gostei muito. Obrigada por existirem e por terem estado presentes!

Deixo-vos o bolo e resto....foi o que foi!!!



Ele é o senhor da Cofidis, ela é a Matadinho....só mesmo as minhas marretinhas do coração para me fazerem estas partidas, e o melhor é que foi de impressora e scanner....antes de haver o Photoshop era assim que se fazia!! :D

Friday, December 07, 2007

Parabéns a mim!


Aaahhh poixxx é!!! Mais um aninho....ui, ui, não é para brincar, quase cressssccccida!!! :P Mas o melhor é esta constipação monstra! Isto de fazer anos e estar toda entupidinha (salvo seja!), é do melhor! Devia haver uma lei que puuuribisse :P as pessoas de ficarem doentes em datas importantes.......agora como é que eu vou dar beijos ao xonxo????? :S

Hoje vou buscá-lo à creche, ele vem a correr de braços abertos e dá-me o melhor abraço do mundo e diz "Madinhaaaaaaaaaaaaa"! Depois há-de dizer "Palabéns" com aquele sorriso lindo e xiba-se do presente que o meu irmão tem para mim! :P ehehehehehe Adoro ele!!!

Este ano não vai haver presépio!...

Lamentamos mas:

- Os Reis Magos lançaram uma OPA sobre a manjedoura e esta foi retirada do estábulo até decisão governamental ;

- Os camelos estão no governo;

- Os cordeirinhos estão tão magros e tão feios que não podem ser exibidos;

- A vaca está louca e não se segura nas patas ;

- O burro está na Escola Básica a dar aulas de substituição;

- Nossa Senhora e São José foram chamados à Escola Básica para avaliar o burro;

- A estrelinha de Belém perdeu o brilho porque o Menino Jesus não tem tempo para olhar para ela ;

- O Menino Jesus está no Politeama em actividades de enriquecimento curricular e o tribunal de Coimbra ordenou a sua entrega i mediata ao pai biológico;

- A ASAE fechou temporariamente o estábulo pela falta da manjedoura e, sobretudo, até serem corrigidas as péssimas condições higiénicas do estábulo, de acordo com as normas da UE .


Por este andar, não me admirava nada......!

Thursday, December 06, 2007

Presente de Natal

Pessoal o meu presente de natal este ano veio mais cedo para todos vós :D, podem vê-lo aqui.
Aqui vos deixo um cheirinho, na verdade, é a melhor parte, porque é com o Mega Gato das Botas!!





Feliz Natal!!! :D

Wednesday, December 05, 2007

O desejo

Era uma vez um jovem que tinha o desejo de se tornar um grande escritor.
Quando lhe pediam para definir "grande", ele dizia: "Quero escrever coisas que toda a gente venha a ler, coisas a que as pessoas reajam num nível verdadeiramente emocional, que as faça gritar, chorar, gemer, e lhes cause desespero e raiva!"...

Hoje, aquele jovem finalmente atingiu os seus objetivos; está a trabalhar na Microsoft, escreve as mensagens de erro.....


ehehehehehe Gosti!

Tuesday, December 04, 2007

Quero um destes, sem orelhas!!!!!!





De pé, como os coelhos, mas sem orelhas! Epa...eu queruuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!! :D

Garganta

Hoje rendi-me às evidências e fui finalmente à farmácia comprar qualquer coisa para a garganta inflamada. Então o senhor lá me deu umas pastilhas para "deixar derreter na boca", foram estas as suas palavras. Uma outra forma de dizer "chupar" umas quantas pastilhas. Ora isto fez-me recordar o meu primeiro ENEI, em 2005, no Grande Estádio de Coimbra e o meu primeiro check-in de 300 pessoas (de uma só vez!) num corredor onde havia uma mega corrente de ar. E eu devo-me ter deixado ir com a corrente, porque fiquei completamente afónica, quem esteve presente pode confirmar. Para muitos foi uma benção não me ouvir....para a maioria, vahh!! :P Então também nesse dia eu fui a uma farmácia comprar "qualquer coisa para a garganta inflamada" e o senhor farmacêutico, ao tirar uma caixa de pastilhas, diz: "Isto pode chupar 8 a 10 por dia que só lhe faz é bem...!!". Assim, sem mais nada. Claro está, que os meninos informáticos que vinham comigo não conseguiram conter as monstruosas gargalhadas que tinham dentro deles! E foi assim que passei o resto do evento a ouvir essa grande piada do "chupa aí 8 ou 10 por dia, que é na boa!".....!

Estas são cor-de-rosa e são mais doces....alguém quer? (Não melhorei muito, pois não??...................)

Monday, December 03, 2007

Diário de Maria

"Se uma pessoa se quer drogar, seja com sexo ou com qualquer outra coisa, isso é um problema seu; as consequências dos seus actos serão melhores ou piores de acordo com aquilo que ela escolheu para si mesma. Mas se falarmos em avançar na vida, temos de de entender que o que é "bom" é bem diferente do que é "melhor". Ao contrário do que os meus clientes pensam, o sexo não pode ser praticado a qualquer hora. Há um relógio escondido em cada um, e para fazer amor os ponteiros das duas pessoas têm que marcar a mesma hora ao mesmo tempo. Isso não acontece todos os dias. Quem ama não depende do acto sexual para se sentir bem. Duas pessoas que estão juntas, e que se querem bem, precisam de acertar os seus ponteiros, com paciência e perseverança, com jogos e representações "teatrais", até entenderem que fazer amor é muito mais do que um encontro; é um "abraço" das partes genitais."

Onze Minutos, Paulo Coelho


Adorei este livro. Superou todas as minhas expectativas! É muito mais que a história de uma prostituta, não só porque Maria, a personagem principal, não é uma mulher comum, como a própria narrativa não se foca só e apenas no sexo, em vez disso, procura compreender, decifrar, sentir o acto sexual, o Homem e a Mulher nele envolvidos. Onze Minutos explora a mulher, a sua inocência, a sua natureza inata, os seus instintos, as suas descobertas; relata desde a descoberta do seu corpo, até ao orgasmo pela "dor do prazer" do sadomasoquismo. Este livro fala de amor, falo do prazer do sexo, fala do vício nele, fala do sabor e dos hábitos do dinheiro, fala do lado selvagem do homem. Este livro fala de amor, nas suas mais diferentes formas.
Este livro, fala de todos nós e por isso recomendo-o a todos.


E pronto, sou fã de Paulo Coelho! :D E por isso, o próximo já o tenho, é o Diário de um Mago, do mesmo autor. Este tinha mesmo que ler porque foi a conselho do Bzão. Sei que o vou encontrar em muitas linhas e isso vai fazer com que o sinta mais perto... e isso vai-me saber bem.
Deixo-vos as frases da contra-capa,

"Quando se viaja em direcção a um objectivo (...) é muito importante prestar atenção ao Caminho. O Caminho é que nos ensina sempre a melhor maneira de chegar, e enriquece-nos enquanto o cruzamos."

Apropriado.
Espero enriquecer nesta leitura como tenho enriquecido nas últimas!


mago

do Lat. magu <>
s. m.,
sacerdote persa ou medo;
astrólogo (entre os Gregos e os Romanos);
feiticeiro;
cada um dos três reis que foram a Belém visitar Jesus recém-nascido;
adj.,
fascinador;
encantador.

Friday, November 30, 2007

E foi assim....

"E o que foi não volta a ser, mesmo que muito se queira...."

Já dizia o outro. Fica este vazio em nós. Ficamos nós.......só.

Thursday, November 29, 2007

Mais uma viagem, mais uma voltinha.....!


Acabei ontem O Alquimista, cada semana seu livro!
É realmente uma fábula encantada, simples, onde se fala da vida, dos seus tesouros, das suas descobertas e caminhadas. A "dar ares" ao Principezinho de Saint-Exupéry, O Alquimista é também um livro que precisa de predisposição para o ler, não creio que se seja lido em qualquer altura da nossa vida, exige, em certa medida, uma maturidade e abstracção intelectual para que se compreenda a sua mensagem; caso contrário, pode ser visto como um livro básico, simplista e sem muita acção.
Na vida, todos procuramos o nosso tesouro, todos procuramos seguir a nossa "Lenda Pessoal", ou simplesmente uma forma de realizar aquilo para o qual nascemos, ou que somos melhor a fazer, ou que nos preenche mais, seja algo extremamente relevante ou discreto. A questão é que todos procuramos uma realização plena, a todos os níveis (pessoal, profissional, intelectual, interior....) e todos o fazemos de diferentes formas e seguimos diferentes caminhos para o fazer; acreditar que existe uma conjugação universal para que tal seja sucedido fará ou não sentido, dependendo daquilo em que acreditamos. "Quando queremos muito uma coisa, todo o Universo se conjuga para que isso aconteça". Eu gosto de pensar que sim, que existem muitos "sinais" durante a nossa caminhada, que nem sempre os vemos (ou queremos ver), que nem sempre o caminho mais difícil é o pior e que a vida é muito generosa quando nos compreendemos a nós próprios e, principalmente, quando nos sabemos ouvir de dentro, quando "escutamos o nosso coração".

Como eu sempre disse, nada é por acaso, e este livro encaixa na perfeição nesta não-coincidência!

O próximo é finalmente o Onze Minutos, novamente de Paulo Coelho. A forma como escreve cativou-me de tal forma que agora levo-os todos à frente; e este promete, senão vejam:

«Era uma vez uma prostituta chamada Maria...» É assim, como um conto de fadas para adultos, que começa este romance de Paulo Coelho. É com uma abordagem franca e uma profunda sensibilidade que o autor conta esta história sobre os mistérios do amor e o poder da sexualidade. Maria, uma mulher oriunda de uma pequena cidade do Brasil, descobre rapidamente o poder que a sua beleza exerce sobre os homens. Desiludida com o amor romântico e desencantada com a paixão, é levada a trabalhar numa boite na Suíça, onde aprende a viver o sexo e a utilizá-lo para satisfazer os outros...

uuuhhhhhhh...! :P

Wednesday, November 28, 2007

Mahna Mahna





Gosto deleeeeeesssss! :D

Tuareg


Os tuaregues são um grupo étnico da região do Sahara que falam uma língua berber. Eles chamam-se a si próprios Kel Tamasheq ou Kel Tamajaq ("falantes de Tamasheq"), e também Imouhar, Imuhagh, ou Imashaghen ("os livres").

Estima-se que existam entre 100 000 e 3,5 milhões nos vários países que partilham aquele deserto.

A palavra árabe "Tuareg" significa "abandonados pelos deuses". Talvez por isso prefiram chamar a si mesmos por Imouhar(en), Imashagen (Os Livres) ou Kel Tamasheq - os que falam Tamasheq - e se identificamn como Tamust - a Nação.


Tuareg é um franchising de um bar ao estilo marroquino com um ambiente acolhedor e tranquilo. Já conhecia o de Aveiro e de Coimbra, e ainda estou para ver o de Lisboa, aconselho a conhecerem um deles, muito giro! Ontem fui ao de Évora, que abriu por estes dias, que sendo maior que os outros, não perde o ambiente morno nem a meia luz que transmite aquela sensação acolhedora... muito bom mesmo! Mas o melhor nem foi o bar, foi mesmo a companhia, foi a romaria como em tempos acontecia todos os dias (ou quase todos!), foi o passear nas ruas geladas de Évora, com os grande candeeiros pendurados, amarelos, com as luzinhas de natal nas árvores, com muito frio, mas de coração muito quente!! Foi um café quentinho, que era chá e não café :P Foi o partilharmos planos, ideias, perspectivas e sonhos... foi estarmos novamente os três. Tinha saudades, e cada vez vou ter mais. Adoro-vos pestinhas! :)

Friday, November 23, 2007

Acabei

Hoje acabei o Ensaio Sobre a Lucidez, que na sequência do da Cegueira, está igualmente bom! Não igualmente, ainda assim o sobre a Cegueira está melhor, talvez por ser a primeira epidemia, talvez pela surpresa, pela ideia única da cegueira branca e total.
Tirando o pormenor do "síndroma-da-ausência-de-pontuação" que o senhor do Nobel parece sofrer, a sua escrita é muito fluida, tranquila e de uma complexidade simples, disfarçada de ironias ou de descrições sarcásticas. A particularidade que mais gosto nos livros de Saramago - pelo menos dos que li - está na nomenclatura das personagens, que se basea na atribuição de características das próprias personagens, como "a rapariga dos óculos escuros" ou o "comissário". É uma abstracção que sabe bem, que não nos prende a imaginação e por isso, os intervenientes são diferentes em cada pessoa que os lê. Este pormenor é também positivo para aquele grupo restrito de pessoas que nunca se lembra do nome das coisas/pessoas....hummmm não me ocorre agora ninguém.... :P

Soube bem lê-lo. Gostei! Não tivesse o livrinho sido oferecido por uns amigos tão amigos! ;) Obrigada mais uma vez!

O próximo é O Alquimista, de Paulo Coelho, deste autor só li Verónica Decide Morrer e gostei bastante. Queria o Onze Minutos, mas não encontrei a tempo da viagem de hoje...não se corre o risco de andar de expresso pelo país sem um livro na mão, portanto, vamos lá para outras artes!


alquimista

s. 2 gén.,
o que se dedicava à alquimia;
fig.,
fingidor;
falsificador;
mágico.


alquimia

do Ár. al + kimia < kama, ciência oculta

s. f.,
ciência que, na Idade Média, tinha como objectivo encontrar a pedra filosofal, matéria que teria o poder de transformar todos os metais em ouro ou prata, a panaceia universal (remédio para curar todas as doenças) e o elixir de longa vida que garantiria a longevidade prolongada do Homem.

Lamechas

Mas muito bom!





Lágrima

Cheio de penas
Cheio de penas me deito
E com mais penas
Com mais penas me levanto
No meu peito
Já me ficou no meu peito
Este jeito
O jeito de querer tanto

Desespero
Tenho por meu desespero
Dentro de mim
Dentro de mim o castigo
Eu não te quero
Eu digo que não te quero
E de noite
De noite sonho contigo

Se considero
Que um dia hei-de morrer
No desespero
Que tenho de te não ver
Estendo esta capa
Estendo a minha capa no chão
Estando esta capa
E deixo-me adormecer...

Se eu soubesse
Se eu soubesse que morrendo
Tu me havias
Tu me havias de chorar
Por uma lágrima
Por uma lágrima tua
Que alegria
Me deixaria matar

Amália Rodrigues


Morria por uma serenata destas.....(suspiro)

Wednesday, November 21, 2007

IST

O IST tem muitas coisas más, mas tem uma muito boa: a tuna. Gosto particularmente da versão da música Lágrima e da Amélia dos Olhos Doces. Desta última deixo a letra para o meu mega Oso que adora :D

Amélia dos Olhos Doces

Amélia dos olhos doces
Quem é que te trouxe grávida de esperança
Um gosto de flôr na boca
Na pele e na roupa perfumes de França

Cabelos côr de viuva
Cabelos de chuva, sapatos de tiras e pões
Quantas vezes não queres e não amas
Os homens que dormem...
Os homens que dormem contigo na cama

Amélia dos olhos doces
Quem dera que fosses apenas mulher
Amélia dos olhos doces
Se ao menos tivesses direito a viver


Amélia gaivota, amante,
Poeta, rosa de café
Amélia gaiata, do bairro da lata
Do cais do sodré

Tens um nome de navio
Teu corpo e´ um rio
Onde a sede corre
Olhos doces, quem diria
Que o amor nascia onde a manhã morre


Amélia gaivota, amante,
Poeta, rosa de café
Amélia gaiata, do bairro da lata
Do cais do sodré

Carlos Mendes

Muito bom! Lembra-me o III (?) Festival Internacional de Tunas Académicas (FITUE) que se realizou em Évora, no Teatro Garcia de Resende e foi um espectáculo em emoções! Muito bom mesmo, pelo local, pela companhia, por tudo....à flor da pele! Perfeito. É desses que temos saudades, ne??...

Tuesday, November 20, 2007

Riders On the Storm

Quando chove torrencialmente, apetece-me sempre ouvir esta música. Gosto.



Descobri

A menina Carla Bruni (também gosto particularmente do site). Muito bom!! Descobri estas férias, no Algarve, através de uns amigos do meu power - os que nos deram asilo quando descobrimos que afinal dormíamos com baratas no apartamento que tinhamos alugado....outra looooonga história! - e ouvi novamente hoje, num programa de televisão demasiado estúpido para revelar aqui. :D
Prometo que os albuns estão neste momento a ser mastigados pela minha mula e que brevemente estarão disponíveis para os mais chegados! ;)

Thursday, November 15, 2007

Do novo album do David, gosto desta música, para a qual o Bzão me chamou a atenção. A ti ta deixo, porque às vezes também te sinto assim.

I see the world through you

You don’t understand me now,

I wonder if you ever will,
I wonder if you’ll ever try.
Don’t get sad about,
All the strange thing I wrote,
They faded as the ink dried…

So I say go, go, hold your fists high,
Grow, slow, stand in for the fight,
Though I hope you never have to.
So I say run, run, sparkling light,
Have your fun and then come home at night,
I’m sure you’ll tell me something new,
Yeah I can see the world through you.

Frozen lakes and night storms,
Most you’ll cross on your own,
You’ll face the biggest landslides.
I’ll catch you on the hardest falls,
I’ll carry you inside this walls,
We’ll sing through all the highest times.

So I say go, go, hold your fists high,
Grow, slow, stand in for the fight,
Though I hope you never have to.
So I say run, run, sparkling light,
Have your fun and then come home at night,
I’m sure you’ll tell me something new,
Yeah I can see the world through you.

So I say go, go, hold your fists high,
Grow, slow, stand in for the fight,
Though I hope you never have to.
So I say run, run, sparkling light,
Have your fun and then come home at night,
I’m sure you’ll tell me something new,
Things you did and thing you do,
Yeah I can see the world through you.

Hoje

Apetece-me barricar-me em casa e chorar até amanhã, até que não seja mais hoje...só porque sim. São aqueles dias de neura-de-gaija incompreensíveis. E sinto-me sozinha no mundo, a querer estar assim e a odiar-me por isso ao mesmo tempo. Só porque sim.
...

Wednesday, November 14, 2007

Eu já vos disse

Que o meu Ubuntu roda????? :D
R-O-D-A-S-E TODO!!!!

Eu sei que para muitos (a maioria!) já não é novidade, mas eu era uma pessoa sem tempo e finalmente arranjei algum para updates, upgrades, ficar sem X....! :D
Epa tão bueda que tou desejosa de chegar a casa para experimentar tutiiiiiiiiii!!!!

Eu já disse que se roda??

Muito bom!

Tuesday, November 13, 2007

Adoro

Undo's.

A gaija e o seu colo do útero

Tenho-me questionado sobre a nova vacina de prevenção do cancro do colo do útero e até que ponto compensará tomá-la. Não só pelos 500 euros que vale, mas pelo que ela representa. A vacina é de prevenção e deve ser tomada até aos 26 anos de idade, o que significa que mesmo depois de tomada, não impede que a doença nos afecte. Tenho lido sobre isso (não tanto como gostaría) e tenho visto alguns sites dedicados a este tema, este é um deles, embora não seja dos melhores.
Perguntei ao meu médico a sua opinião e ele, correcto como sempre, disse-me que a ele cabia-lhe o papel de informar, não de decidir pelo doente. Explicou-me então que a vacina deve ser tomada antes do inicío de uma vida sexual activa, pois é nessa fase que a probabilidade de contacto com o vírus será mínima e, portanto, a prevenção será mais eficaz. Por outro lado, existe sempre a probabilidade (ainda que menor) de, sendo a mulher sexualmente activa, não ter tido contacto com o vírus e, portanto a eficácia da vacina se manter. Ou seja, eu posso tomar a vacina e um dia mais tarde vir a contrair cancro do colo do útero.
Se tudo isto se passasse um bocadinho mais ao lado, a vacina seria já parte do plano nacional de saúde e, como tal, distribuída gratuitamente a todas as mulheres. Mas como diz aqui o mais novo: "Mas nós podemos fugir aos impostos, e eles não...!"...é a brincar, mas reflecte mesmo o típico pensamento tuga!

Botas

E tudo começou com umas botas novas. Gaija que é gaija, compra umas botas todas fashion. E pronto, lá fui comprar as minhas botas castanhas, todas giraças, que já andava a namorar à algum tempo. Aproveitei para estrear nos anos do mano, quando fomos jantar todos juntos. Ora o que eu não contava era com a pequena capa de plástico que elas traziam no seu pequeníssimo salto....e também não contava muito com aquele chão de azulejo - que a mim ninguém me convence que não tivesse um bocadinho molhado!! Enfim, espalhei-me ao comprido. Mas um espalho que sim senhores, assim vale a pena! Portanto, escapa-se a perna esquerda para a frente - em ar de espargata - e o joelho direito vai simultaneamente ao chão, suportanto todo o peso do corpo. Pode até parecer cómico, e para a sala de restaurante onde me encontrava, até foi! Mas perguntem lá à minha rótula se ela acha o mesmo....! Ela ficou roxa, verde, amarela....eu sei lá! Podre!
Enfim, já lá vão três semanas e o inchaço já está disfarçado, mas a dor permanece. Breve começo a fisioterapia, depois de muitas consultas em ortopedistas, fisiatras (que eu nem sabia que existiam!), raio-X....
Sairam-me caras as p*t#as das botas.

Monday, November 12, 2007

Nouvelle Vague

Ooohh pra eles...! E quem é que faz anos dia 7, quem é?? E sou gaija pa lá aparecer! ;)

Friday, November 09, 2007

Hoje foi um dia de viragem...assim o espero.

Decidir

Decidir nem sempre é fácil. Eu não sou indecisa, nem sempre segura, mas decidida. O meu problema é querer fazer tudo ao mesmo tempo. Não é de agora, sempre foi este o meu problema. A questão é quando esse meu querer envolve mais pessoas.
Hoje decidi ficar. Aqueles que não vou ver não estão magoados nem ofendidos comigo, mas podiam estar. A verdade é que eu fico magoada comigo por não ter cumprido, por ter planeado e não corresponder....eu fico confusa por pensar que pode ser mais vezes assim, que pode ser para sempre. É quase um abandonar, um voltar costas, um afastar...mas é tudo na minha cabeça. A verdade, é que estou sensível e por isso tudo me dói um pouco mais. Mas sei que vai passar, como aquele nervoso miudinho que acabou por passar e não prejudicar nadinha.
Obrigada àqueles que não se ofendem porque amam demais para isso.

Wednesday, November 07, 2007

Hoje

Comi castanhas sozinha.

In A Manner Of Speaking

Este fim-de-semana ouvi muito esta música. Tranquila, doce e exprime uma forma sentimental de comunicação: o silêncio.

In A Manner Of Speaking

In a manner of speaking I just want to say
That I could never forget the way
You told me everything
By saying nothing
In a manner of speaking I don’t understand
How love in silence becomes reprimand
But the may I feel about you is beyond words
Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Oh give me the words
Give me the words
That tell me everything

In a manner of speaking Semantiks won't do
In this life that we live we only make do
And the way that we feel might have to be sacrificed

So in a manner of speaking
I just want to say
That like you I should find a way
To tell you everything
By saying nothing
Oh give me the words
Give me the words
That tell me nothing
Oh give me the words
Give me the words
Give me the words
Give me the words
Give me the words

Gostei. :)

Adoro eles....outra vex!

Ooooohhh pra mim amarelaaaaa!!!!! Que monstro!!!! Este é muito mais fixe porque fazemos o upload da imagem e depois é gerado automaticamente um amarelo à nossa imagem e semelhança! Adorei!
Vamos todos ser amarelos que é muito mais buedaaaaaaaaaaaa!!!! :D

Tuesday, October 30, 2007

Thursday, October 25, 2007

The Last Trick





Eu quero uma varinha daquelas! Também quero fazer muitas magias e também quero o mundo com aquelas cores, que passe devagarinho e feito aos bocadinhos!
Adorei!
Thankxxx Felipão! - Pingolim, é matraquilho! :D (Esta nunca me tinha ocorrido, gostei!)

Tuesday, October 23, 2007

Isto merece um post

Eu sei que sou estranha. Que tenho sonhos estranhos. Mas isto, ultrapassa: hoje as 4h00 levantei-me porque tinha fome, fui à cozinha, comi duas bolachas com marmelada e fui-me deitar. Mas reparem, só me lembrei disto, hoje à hora de almoço quando fui a casa e olhei para as ditas bolachas. :| Isto roça o sonambulismo, nao???

sonambulismo
s. m.,
estado ou doença de quem é sonâmbulo.

sonâmbulo
do Lat. somnu, sono + ambulare, andar

adj. e s. m.,
que ou aquele que, a dormir, anda, fala e pratica os actos habituais de quem está acordado.

Mas eu acho que nem acordada fazia isto......!

É difícil

"Esta crise de vesícula fez-me bem, abriu-me os ouvidos..." - Gostei da frase! :P

Às vezes é difícil estar em todo o lado para toda a gente. É difícil chegar a todos a tempo de lhes dizer o que quero. Ontem disse muita coisa que tinha aqui guardada a duas pessoas muito especiais....fica-me a faltar uma. Consegui logicamente escrever a quem está longe e falar com quem está perto, quando ultimamente, acontecia o contrário; sentia longe quem via todos os dias e muito perto quem está a kms de distância. Por vezes os nossos caminhos distanciam-se, afastam-se, diferenciam-se, mudam...mas no fundo, estamos sempre de mãos dadas. Não me larguem a mão sem querer.....adoro-vos.

Monday, October 22, 2007

Por coincidência

Fui ver este fim-de-semana um concerto da Ala dos Namorados com o novo album, Mentiroso Normal, que até que está porreiraço! Lá na Serrrrrra sempre há qualquer coisa cultural, e ultimamente, mais até do que neste alentejo paradinho......... :(
Foi fixe sim senhores!

Friday, October 19, 2007

Sonhei....


Com um exame de FILOSOFIA. Sim, filosofia, que é em tudo o oposto à ciência da minha área. O mais estranho é que o meu pai era o professor e ainda mais estranho (que isto comigo é sempre de estranho para cima!), é que o enunciado estava escrito numa t-shirt preta. Muito normal. Portanto, estávamos todos num anfiteatro enorme, cheio de gente para fazer exame. E de repente, eu estou num escritório, sozinha, com o exame para fazer - devia ser por ser filha do professor, elitismos! :P
Então, o meu grande dilema era: cabular ou não cabular, eis a questão! Porque eu tinha cábulas em folhas A4 (discreta!), mas o problema é que cabular, naquele caso concreto, seria enganar o meu mega Pai!! Comecei por ler o enunciado, dar voltas à t-shirt preta, voltá-la do avesso, e ler o texto que lá se encontrava em letrinhas vermelhas (que é para fazer bem à vista!). Mas o enunciado era tão grande, que chegou ao fim do exame e eu ainda não tinha respondido a nenhuma pergunta! E pronto, como o tempo não era muito, eu resolvi fazer uso das minhas discretas folhas A4 de cábulas (ou auxiliares de memória!) e "adaptar" algumas respostas. No final, entreguei o exame, a minha mãe chegou e fomos todos para casa, como as famílias felizes e contentes fazem!
Paizinho......não me chumbes! :D

Alergias


Que eu tenho uma pancada monstra por estes animais felpudos, toda a gente sabe. O que muita gente não sabe é que tenho alergia a todo e qualquer tipo de felino. Aliás, a todo e qualquer tipo de animal peludo ou até mesmo os amigos com penas. Portanto, tudo o que seja animal doméstico, esqueçam! E depois de muitos anos de vacinas, comprimidos, bombas de asma e todo o tipo de tratamentos, eu continuei sempre fã de GATOS BALOFOS. :D ehehehe Persistente, ahn???
E como sempre vivi com gatos (se bem que o meu médico insistia para a minha mãe arranjar uma nova família à minha mega gata Mimosa), acabei por criar resistências às minhas alergias e ultrapassá-las. A questão é que ontem estive com um gatinho branco muito fixxe, de uns mega amigos e voltou-me a dar aquele ardor nos olhos, aquela comichão, aquele entupimento na respiração......! Portanto, conclusão: preciso de conviver mais com eles! :D ehehehehehehe

Adoro


O teu sorriso quando me vês.
O brilho nos teus olhos quando estás a brincar.
Que me desarrumes o quarto todo, porque é muito mais fixe brincar no quarto da "madinha".
O teu beicinho de birra.
As tuas bochechas molhadas e o teu snifar de ofendido.
Quando choras porque não "consegu".
As tuas "covinhas" quando te ris.
As tuas gargalhadas altas que enchem a casa.
Quando me dás beijocas sem que tas peça.
Quando me puxas pela mão e me levas para esse teu mundo encantado, onde não vale ficar triste e o limite é a nossa imaginação.

Gostamos tanto deles, pequeninos e grandes no trabalho que dão, mas que nos enchem o coração de uma forma inexplicável! Adoro-o e é só o filho do meu irmão, meu afilhado. Não dá mesmo para percebermos o que os nossos papás sentem! :)
Não há kms que nos separem, nem distância suficiente para nós. Foram 200km numa noite (outra vex!), mas não custou nadinha! ;)

Thursday, October 18, 2007

O que eu quero

O Campo
Quis agarrar a ti o mar
Quis agarrar a ti o sol
Quis que o mar fosse maior
Quis que o mar tocasse o sol
Quis que a luz entrasse em nós
Inundasse o lado frio
Quis agarrar a tua mão
E descer o nosso rio

Quero agarrar a ti o céu
Quero agarrar a ti o chão
Quero que a chuva molhe o campo
E que o campo seja teu
Para que eu cresça outra vez
Quero agarrar em ti raiz
Quero agarrar a ti o corpo
E eu quero ser feliz...

Quis agarrar a ti o barco
Quis agarrar a ti os remos
Que usamos nas marés
Quando as ondas são de ferro
Quero agarrar a ti a luta
Quero agarrar a ti a guerra
Quero agarrar a ti a praia
E o sabor de chegar a terra

Porque o mar tocou no sol
Inundou o lado frio
Porque o sol ficou em nós
E desceu o nosso rio
Por isso dá-me a tua mão
Não largues sem querer
Quero agarrar a ti o mar
Eu quero é viver.

Se tens medo da dor
Vem ver o que é o amor
Se não sabes curar
Vem ser o que é amar

Quero ver-te amanhecer.

Tiago Bettencourt


Se calhar quis de mais e levei-te a querer de menos....desculpa. Mas continuo a querer ser feliz e a querer viver, tanto.

Amo-te muito.

Wednesday, October 17, 2007

Wanda the Fish Says:

Your lucky number is 3552664958674928. Watch for it everywhere.

Passagem de Ano

Todos os anos a mesma coisa, começo sempre por dizer que vou combinar as coisas com calma, que vou programar tudo a tempo, que vamos para um sítio giro e cheio de amigos....e acabo sempre com tudo arranjado à pressa!!! Não tem sido mau, giro e com amigos tem sido sempre, que é o mais importante! Mas este ano é que é: chegar e divertir. Dispenso o dia a seguir de arrumar tudo super ressacada. Epa não, este ano é que vai ser!
Portanto, aceitam-se sugestões. :D

A loucura

Isto de trabalhar não é só gente séria e secante....se assim fosse eu estava de greve. :D Ou não.
Enfim, aqui neste pequeno local de trabalho (?), embora com pouca gente, volta e meia, sobe ao elemento mais novo um espécie de "pancada-pimba" e vai daí ouvem-se grandes hitssss como este que aqui vos deixo:






Até fica a letra, que não quero que vos falte nada!!!!


Quim Barreiros - Coisa
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

Mulher baixinha tem a coisa miudinha
A mulher alta tem a coisa que até salta
Mulher meiguinha tem a coisa apertadinha
Mulher gordinha tem a coisa bem fofinha
Mulher gordinha tem a coisa bem fofinha

As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

A separada tem a coisa estacionada
Mulher casada tem a coisa bem treinada
Divorciada tem a coisa preparada
Mulher solteira tem a coisa de primeira
Mulher solteira tem a coisa de primeira

As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

Mulher de idade tem a coisa com saudade
A convencida tem a coisa esquecida
Mulher da vida tem a coisa conhecida
A viuvinha tem a coisa choradinha
A viuvinha tem a coisa choradinha

As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

Mulher loirinha tem a coisa alongadinha
Mulher morena tem a coisa mais pequena
A mulher macho, eu não sei o que é que eu acho
Mulher do campo tem a coisa que é um espanto
Mulher do campo tem a coisa que é um espanto

As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

Mulher vaidosa tem a coisa bem cheirosa
A malcriada tem a coisa mal lavada
Mulher severa tem a coisa sempre a espera
Mulher bondosa tem a coisa apetitosa
Mulher bondosa tem a coisa apetitosa

As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa pelo jeito da mulher
As mulheres têm uma coisa que o homem sempre quer
Eu conheço essa coisa, ai, ai, ai...pelo jeito da
mulher

Friday, October 12, 2007

Se não

for agora que pinte as unhas de rosa fúshia, então quando será?

Wednesday, October 10, 2007

Abraços

Ontem fiz 200 km para ir jantar a casa dos meus pais. Tudo bem, não é assim tão longe, mas ir às 20h e vir às 00h já é qualquer coisinha! Custou-me um bocadinho a viagem para lá, até ia a pensar que se calhar era um bocadinho "loucura" ir já tão tarde e depois ter que voltar logo. Depois cheguei, e quando acabei todos os abraços e beijocas e miminhos dos papás e dos manos, pensei "Já valeu a pena!" aliás, valeu a galinha toda!! :D Já tinha saudades daquela família de gente louca, onde toda a gente grita e refila com alguma coisa, onde há tanto de louco como de terno. Confesso que na viagem de regresso, até me caiu uma lagriminha de orgulho. Nos dias de hoje, é quase um luxo viver assim numa família a roçar o perfeitinhu! Adoro-vos a todos!

Monday, October 08, 2007

Para recordar





Os bons velhos tempos! Onde se pode dizer que tudo era mais saudável, pelo menos os que viveram nessa época dizem. Mas isso é como tudo, cada um diz o que quer, e acabamos como os nossos pais ou avós, com o "antigamente é que era..." sempre no início das frases. Os tempos mudam, é certo, e na minha opinião há sempre um equilíbrio possível de se viver, desde que, como disse, haja O equilíbrio. Difícil é, por vezes, encontrá-lo....

Estou

...nessa fase difícil da tarde de todos nós, que é a digestão. :|

Tuesday, October 02, 2007

Piaçá ou Piaçaba?

Epa este gaijo é genial! Sou super fã! :D Eu nem sabia que essa palavra existia, mas pelo que consta,

piaçá

s. m., Bot.,
nome de duas palmeiras que produzem fibras empregadas no fabrico de vassouras;
vassoura de piaçaba.

piaçaba

s. m., Bot.,
nome de duas palmeiras que produzem fibras empregadas no fabrico de vassouras;
vassoura de piaçaba.


Com Piaçá não vamos lá!

Sonhei....

Outra vez com coisas estranhas....talvez fosse melhor contar os sonhos normais, o pior é que não tenho desses! :D
O de hoje supera todas as expectativas e só me lembrei dele umas horas depois de ter acordado. Sonhei que andava à deriva no mar, sozinha, e que de repente apareceu um tubarão enorme, cheio de dentes afiados na boca que me começou a engolir, mas muito lentamente. Quando já só tinha a cabeça de fora da boca do gigante tubarão ele parou, como que encravado, com a língua de fora e eu fiquei ali.....dentro do tubarão, só com a cabeça de fora! Depois saí para fora de água (não sei muito bem como) e o corpo do tubarão tinha-se moldado ao meu....e estava ali, como que de um fato de carnaval se tratasse, com a pele do tubarão colada à minha e a sua cabeça pendurada atrás da minha, quase como se fossemos um só (bonito!). No sonho, tinha plena sensação de estar apertada dentro da pele do tubarão e de me sentir molhada quando saí da água. Consigo ter estas percepções nos sonhos, bem como me lembrar de cores, de cheiros, de sensações físicas....não deixa de ser estranho!
Quando cheguei a casa, o meu super Pai foi buscar um alicate - quase uma tesoura de podar - e, como se aquilo fosse tudo muito normal, como se tivesse pisado uma pastilha elástica que trouxesse para casa, cortou toda a pele do tubarão que estava envolta em mim e senti um alívio, como um respirar fundo.

E pronto, foi mais uma aventura durante o sono descansado que tive! Assim vale a pena, aliás, vale a galinha toda :D Dormir e ainda viver grandes aventuras subaquáticas! :D

Monday, October 01, 2007

Perna Longa

Nada me serve.....!

Aparição

Ontem acabei de ler a Aparição ("Finalmente...!!", dirão alguns :P), de Vergílio Ferreira. Não gostei. Para além de o próprio autor se dirigir directamente ao leitor - o que, pessoalmente, não aprecio num livro -, todo ele se perde em filosofias próprias, pensamentos interiores a ele mesmo onde, por vezes, nós próprios nos perdemos sem compreendermos todo aquele significado pesado e sofrido que nos passa - aliás, acho que já esta descrição, por si só, é fruto disso mesmo! Posto isto, resta-me lembrar-me da minha professora de Português de 12º ano e agradecer-lhe por ter escolhido o Memorial do Convento, de José Saramago, como livro de estudo para esse ano. Ainda que me tenha indignado (que nessa altura era uma pessoa muito indignada com a vida!) com o senhor-que-não-fazia-pontuação - e depois nos descontavam a nós 0,5 valores por cada erro ortográfico/pontuação -, acabei por ler uns quantos livros desse mesmo senhor (ainda que continue indignada e sem perceber porque é que o senhor do Nó-bel não faz pontuação - pelo menos a correcta e portuguesa!) e já decidi que o próximo livro a ler será dele também: Ensaio sobre a Lucidez que, se prometer tanto como o da cegueira, vai ser fantástico. Já agora, um obrigadinho aos meninos que mo ofereceram, são uns queridos! ;)
Mas enfim, ainda sobre a Aparição....como o senhor é "lá da terra", pode ser que ainda lhe dê uma segunda oportunidade...sugestões?

Adorei

A menina queria muito, então o menino correu o mundo à procura e encomendou só pra ela :D É assim, o amor tem destes "caprichos"(?). Vaaaaaaaaaaahhhh também não fui assim tão exigente! :P ehehehehe
Queria mostrar-vos, mas é mesmo difícil encontrar videos ou mesmo as músicas, aqui fica um site onde se podem ouvir um pininhu das músicas, só para ficarem a saber do que falo. A minha preferida é Calling All Cars e já me ameaçaram de trabalhar sozinha numa sala escura se não parar de a cantar (tipo chuveiro :P)..... I wanna thank you, thank you.... lalalalalalaaaa

Thursday, September 27, 2007

Bruno, o terceiro

Hoje morreu o terceiro peixe do Bzão, Bruno III. Acho que é por isso que morrem todos, pelo nome... ou isso, ou porque ninguém lhes muda a água! :D eheheheheh
Deixa lá Bzao, vou-te oferecer um daqueles de encher, esses sobrevivem no lodo e tudo! :)

Wednesday, September 26, 2007

Fases

Cada vez mais acredito que a vida é feita de fases, seja a de quem for (eu decido! - eu disse que era de decisões!!). Fases essas que podem (ou não) ser limitadas por idades, vivências, momentos que nos fazem ver, crescer, decidir, temer, chorar, acreditar...sentir. Há momentos que mudam a nossa vida, todos já os tivemos, consciente ou inconscientemente. É aí que começa uma nova fase. Há fases que propositamos, outras que nos surpreendem. O mais difícil, mas que realmente importa, é sabermos viver com elas: ou aceitá-las, porque são irremediáveis, não dependem de nós, viver com elas da melhor forma, esperar que passem e aprender com isso; ou fazer-lhes frente, contrariá-las até serem o que pretendemos. É importante reagirmos, é importante sentirmos a nossa própria vida, o que fazemos com ela. É importante olhar para trás e reconhecer fases na nossa vida, fases com pessoas, connosco próprios, com hábitos, manhas, "pancadas", medos, feitios, formas de estar, formas de vestir, formas de comer, de beber...tantas. É importante olhar para trás e traçar uma linha, unindo vários pontos dispersos e fazermo-nos o que somos e conhecer o que somos, reconhecer a forma desenhada quando unimos esses pontos. A isto, a meu ver, se chama evoluir, crescer interiormente, conhecer mais um pouco do que somos, para nós e para os outros.

Eu tive um jantar que me fez juntar alguns pontos, traçar muitas linhas, em questões de segundos, é certo, mas chegaram para conhecer uma série de mudanças. As mudanças não têm que ser necessariamente más. Foi bom reviver, relembrar, foi bom rir, sentir saudades. O Estrelício lá foi mais uma vez, levou com ele algumas saudades, mas deixou outras tantas. Assim não vale! Um brinde, ao Pintinhas "Volta Pintinhas que estás perdoado!" :P Força puto que vai tudo correr bem!! ;)

Update

Trabalhar (tem dias) que é chato, mas sem rede é MUITO pior. Estou nessa situação há dois dias, daí a minha ausência. Certo é, que a minha concentração naquilo que estou a fazer, aumentou. Não digo a minha produtividade, porque parece mal :P
De qualquer forma, vou tentar actualizar aqui umas postagens nos tempos livres. Prometo!

Inteligente


Faz este mês um ano que deixei de fumar. Eu sou uma mulher de decisões (que eu sei, já decidi! :) ), mas esta foi, sem dúvida, a mais inteligente! Muito bom.
Agora noto, quando saio à noite, naqueles bares onde supostamente haveria uma zona de não-fumadores e outra de fumadores, mas que nem chegam a ter condições para os seres humanos, quaisquer deles, respirarem, sabem? Enfim, quando saio à noite, noto, no outro dia, uma ressaca de tabaco, uma sensação de intoxicação...e penso em como estão (ainda) os meus pulmões. Estranho. Foram preciso oito anos de intoxicação intensiva e voluntária para chegar a esta conclusão....bom, mais vale tarde que nunca! :D

Tuesday, September 18, 2007

Wanda the Fish Says:

You work very hard. Don't try to think as well.

Adoro este peixe! :)

Incorrigíveis

Descobri ontem os Incorrigíveis, um projecto das Produções Fictícias e da Sapo do qual constam vídeos "caseiros" produzidos por alguns engraçadinhus mais conhecidos. É engraçado o formato e todos os dias sai um diferente, consoante o dia da semana: à segunda um do Ricardo Araújo, à terça um do Bruno Nogueira, à quarta do José Diogo Quintela, à quinta do Herman e à sexta parece que convidam alguém igualmente divertido. São giros, passem por lá!

Friday, September 14, 2007

Penguin Cafe Orchestra

O Bzão mostrou-me isto




e eu adorei! Não sei explicar, mas transmite-me esperança, força, futuro, perspectiva....! Muito bom!

P.S. Tentem ignorar aquela carpete deprimente e as flores decorativas ao lado do piano :D eheheheheh

Thursday, September 13, 2007

Sonhei....

Com o fim do mundo. Tudo bem que tenho sonhos estranhos, mas este, acho que até à data, foi mesmo o mais estranho! Do início (pelo menos do que me lembro): eu estava na minha empresa que, no sonho, era um grande prédio branco com vários andares. Em cada andar existiam consultórios de várias especialidades e sei que o meu pai e outros dois amigos meus de infância (que não vejo mesmo há muito tempo!) estavam no dentista. Eu estava sentada num banco de pedra na rua com a minha mãe, o meu gaijo e uma tia da minha mãe muito velhinha (que também não vejo mesmo há muito tempo....acho que foi para dar o toque dramático, quase como nos filmes - há sempre alguém mais sensível!!). Estávamos à espera do meu pai e de repente, começam a cair do céu umas carrinhas vermelhas, do género de uns jipes em ponto pequeno, daqueles de brincar. Quando as vimos cair, fugimos para dentro do prédio, entrámos por uma porta de madeira que dava directamente à cozinha da empresa e ficámos lá dentro, a ver pela janela a evolução das coisas. Depois de as carrinhas caírem todas, veio um bando de gaivotas que se organizavam em bandos mais pequenos, desenhando no céu formas de gaivotas gigantes - muito normal!! Nós continuámos dentro dessa cozinha, a espreitar pelas persianas e de repente vem uma nave gigante, com muitas luzes, que emitia um som repetitivo e ensurdecedor. Adormecemos e no dia seguinte, de manhã, vasculhámos aquela cozinha por comida e encontramos umas bolachas e leite que bebemos numas canecas brancas que estavam na cozinha. Lembro-me ainda de haver loiça para lavar no lava-loiças - deve ser trauma! Mantinhamo-nos escondidos e ao mesmo tempo ligávamos para o meu pai para saber se estava tudo bem, mas não conseguíamos falar com ele. Decidi subir até ao andar onde o meu pai estaria para o procurar. Quando cheguei à sala de espera, para além de estar cheia, estava tudo em pânico. O mais estranho é que me sentei à espera....devia precisar de dar um jeitinhu à dentuça! Estava sentada num lugar ao lado da porta e de repente, entra um género de robot de que tenho uma imagem completamente nítida na minha cabeça; se tivesse jeito para o desenho reproduzia! Era um género de "microfone-gigante" cinzento....daqueles antigos, com uma base e tinha umas rodinhas nessa base com que se movimentava. Ainda mais estranho é que tinha um botão atrás, na parte superior da base e quando ele passou a porta e ficou de costas para mim, gritei na sala "Olha o botão, o botão!!!" e logo alguém desligou o grande botão on/off vermelho que o robot-microfone tinha!
E pronto, acordei, tensa e com uma sensação de medo....mas com a consciência que tinha salvo o mundo! Não se esqueçam de desligar o botão vermelho..... :)

Eu durmo, mas salvo o mundo....assim tá bem!

Tuesday, September 11, 2007

Spider-Pig

LOL! É só o que tenho a dizer. Devia haver uma lei que obrigasse as pessoas a verem este filme. :D eheheheheeh






MONSTRO!

Tuesday, September 04, 2007

Hoje

Faço 1 ano de contracto....não sei se é bom, se é mau..... :| lol

Sonhei....

Com ratos. Não com um ar tão assustador como este, mas era um rato. Era pequenino e já ontem sonhei com o mesmo, mas não me lembro tão bem. :| Hoje sonhei que estava na casa de uma amiga - que que não conhecia - e que era loira - !!!!!! - com o cabelo muito comprido. Pelos vistos ainda era estudante porque estava para ir embora de férias e estava com muita pressa, mas ela precisava de ajuda a arrumar as últimas coisas em casa dela. Eu estava a ajudá-la, quando vi um rato!! Pequenino, mesmo muito pequenino, mas pela reacção era normal encontrá-los em casa. Por último, como se não fosse estranho o suficiente, ela pediu-me que lhe lavasse a cabeça, mas reparem: na cozinha. Com uma daquelas torneiras que saiem do sítio e com - novamente estranho - detergente da máquina da roupa. Epa....não! LOL! Então acordei com aquela sensação do detergente da máquina, viscoso e denso, a escorrer-lhe pelos compridíssimos cabelos loiros....!

Enfim.....sem comentários!

Wednesday, August 29, 2007

Kate Nash

Também gosto desta menina, particularmente desta música:





Foundations

Thursday night, everything's fine, except you've got that look in your eye
When I'm telling a story and you find it boring,
You're thinking of something to say.
You'll go along with it then drop it and humiliate me infront of our friends.

Then I'll use that voice that you find annoying and say something like
"Yeah, intelligant imput, darling, why don't you just have another beer then?"

Then you'll call me a bitch
And everyone we're with will be embarrased,
And I won't give a shit.

My finger tips are holding onto the cracks in our foundation,
And I know that I should let go,
But I can't.
And everytime we fight I know it's not right,
Everytime that you're upset and I smile.
I know I should forget, but I can't.

You said I must eat so many lemons
'Cause I am so bitter.
I said
"I'd rather be with your friends mate 'cause they are much fitter."

Yes, it was childish and you got agressive,
And I must admit that I was a bit scared,
But it gives me thrills to wind you up.

My finger tips are holding onto the cracks in our foundation,
And I know that I should let go,
But I can't.
And everytime we fight I know it's not right,
Everytime that you're upset and I smile.
I know I should forget, but I can't.

Your face is pasty 'cause you've gone and got so wasted, what a suprise.
Don't want to look at your face 'cause it's making me sick.
You've gone and got sick on my trainers,
I only got these yesterday.
Oh my gosh! I cannot be bothered with this.

Well, I'll leave you there 'til the morning,
And I purposly won't turn the heating on
And dear God, I hope I'm not stuck with this one.

My finger tips are holding onto the cracks in our foundation,
And I know that I should let go,
But I can't.
And everytime we fight I know it's not right,
Everytime that you're upset and I smile.
I know I should forget, but I can't.

And everytime we fight I know it's not right,
Everytime that you're upset and I smile.
I know I should forget, but I can't.

Um bocadinho agressiva, mas às vezes também faz bem......!

Não percebi

Não percebi mesmo. "Não há interesse, logo não há amizade". Não percebo como é que alguém que me conhece há pelo menos 6 anos consegue dizer que faço amizades por interesse. Nem os conhecidos....se calhar não me conheces, ou não queres mesmo conhecer. Não percebo. Houve ali uma necessidade, de atenção? De razão? De afirmação? Não percebo porque nunca tivemos esta conversa antes, porque tinha que ser puxada ali, onde o vinho me estava a saber bem, onde a conversa era agradável, onde a companhia era querida, onde éramos todos amigos e todos nos conhecíamos. Não percebo.
Mas hoje também não a vamos ter, vai esperar por amanhã, por depois. Já há demasiada coisa complicada há minha volta. Hoje não.

Porque "tu és mais do que aquilo que pensas e eu sou mais do que aquilo que vês".

Tuesday, August 28, 2007

Descobri

Xavier Rudd. Eu e o mundo, pelo menos o país, pela antena3. Está muito fixxe! Ainda não conheço o album, apenas esta música. Ouvi-a pela primeira vez num dia muito especial, cheio de emoções e ficou-me logo no ouvido. Aqui vos deixo o que se chama de "One man show", muito bom!






Let Me Be

oh,uhuh,uh,uh
Let me be now oh oh let me be cause
I want to be free now ow ow free to see now
I want to walk away ow ow let me feel my feet
Let me be free

Time and time and time we see
These acts against humanity
Each for each and each will bleed
And shed blood for what they each believe
On and on and on we go
Some will you see and some won't be
True to you and truth will lead
You to a sense of o now..peace

Let me be now oh oh let me be cause
I want to be free now ow ow free to see now
I want to walk away ow ow let me feel my feet
Let me be free

Time and time and time we see
These acts against humanity
Each for each and each will bleed
And shed blood for what they each believe
On and on and on we go
Some will you see and some won't be
True to you and truth will lead
You to a sense of o now... peace

Let me be now oh oh let me be cause
I want to be free now ow ow free to see now
I want to walk away ow ow let me feel my feet
Let me be free

wanna be wanna see would u let me go
let me be now ow ow let me be
wanna be wanna see would u let me go
oh,let me be now um um let me cause i wanna be free
oh i wanna be free ...yeah sa sa sa sa free free now free ...oooww oooow oooow...free free free


O assobio






Acordei com esta música ontem e este assobio não me sai da cabeça desde aí! Ta porreiro o video! ;)

Monday, August 27, 2007

Medo

"Há um coisa em comum entre o corajoso e o cobarde: o medo." Ter medo não significa ser cobarde. Depois percebi que a diferença estava na atitude.

Thursday, August 23, 2007

Parabéns!


Parabéns a este cantinho cor-de-rosa que faz hoje um ano de vida! Obrigada a todos os que por cá passam, por terem contribuído para todos os momentos, bons, menos bons, péssimos :D
Que continue assim...cor-de-rosa!

Eu sei que alguns queriam um bocadinhu menos cor-de-rosa, mas....eeeerrrr.....não vai dar. :D

Boooooooooring

Se trabalhar já é chato, imaginem numa cidade vazia, sozinha numa sala de uma universidade também vazia.......eu não fui feita para isto! :S

Wednesday, August 22, 2007

...

Oh I know that I left you in places of despair
Oh I know that I love you, so please throw down your hair
At night I trip without you, and hope I don't wake up
'Cause waking up without you is like drinking from an empty cup

The Animals Were Gone
Damien Rice

Tuesday, August 21, 2007

Rato

Duas coisas ao estrelício:

1. Ficou um rato na tua casa :D Pequenino e cheio de medo de nós, quase tanto como o que o Bzinhu tinha dele :D eheheheheeh Muito BOM!

2. Roubámos uma estrela do teu guarda-fatos; brilhavam todas lá dentro, achámos que podíamos trazer para casa, quase como um prémio de consolação pelo carregamento! É uma forma de te ter mais perto amiguinhu ;)

Continua a brilhar puto! :P

Voltei

Voltei....yupi. :|
Ja foi ontem o primeiro dia de trabalho, mas esse foi tão dormente que para escrever me deu. Hoje já estou de volta, aos blogues, ao msn, ao firefox, ao thunderbird....bom, e ao trabalho também! :P ehehehehe

Soube bem, soube tudo bem, até o mais estranho. O sol, as viagens, os amigos, o xonxo, as sestas no sofá, o norte, a chuva...houve de tudo nestas férias, foram misturadas, de sentimentos, estados de espírito, lugares, pensamentos, até o tempo esteve misturado em opostos de quente e frio. Acho que foi isso: quente e frio. As minhas férias tiveram tanto de quente como de frio....talvez por o frio ter ficado para último ainda o trago um pouco em mim.

Ficam boas saídas, frases, momentos...


"Eu nunca mais vou tirar a minha pastilha porque eu vou levar para a escola para mostrar aos meus amigos" - O xonxo quando comeu a sua primeira pastilha!

"Aquele deve ser flexível...." - a Orca

"Queres batatas, ou you don't like?" - uma americo-tuga

"Vai ser bom, ser grande como o pai...." - a Orca, LOL!

Friday, July 27, 2007

O último

Hoje entro de férias. :D E por ser o meu último dia de trabalho (mas só por isso!) não me apetece fazer nenhum! :|

Thursday, July 26, 2007

Pai

Se eu pudesse, dava um Pai igual ao meu a cada um dos meus amigos...não só éramos todos irmãos, como éramos todos muito mais felizes! :( O meu é tão perfeito.........!

Wednesday, July 25, 2007

Gostava

...de tirar isto, mas 3 meses é muito tempo, ainda por cima de Setembro a Novembro! :S