Sunday, September 10, 2006

Breathe Me

Quero dizer-te que estou contigo, sempre....eternamente! Mesmo quando "te apetece" e eu não compreendo, mesmo quando o teu mundo te pula na cabeça e eu não vejo, mesmo quando te tentas isolar no teu cantinho caótico, tão escuro, para ninguém ver, mesmo quando te escondes de ti própria, quando ficas à espera que tudo passe, despercebido (ou não), mas que passe....estou sempre contigo, sem censuras, apenas com a verdade de quem te adora incondicionalmente........sempre!
Não quero que tenhas medo, quero que vivas....
Não quero que mudes, quero que sintas.


"Breathe Me

Help, I have done it again
I have been here many times before
Hurt myself again today
And, the worst part is there's no-one else to blame

Be my friend
Hold me, wrap me up
Unfold me
I am small
I'm needy
Warm me up
And breathe me

Ouch I have lost myself again
Lost myself and I am nowhere to be found,
Yeah I think that I might break
I've lost myself again and I feel unsafe

Be my friend
Hold me, wrap me up
Unfold me
I am small
I'm needy
Warm me up
And breathe me

Be my friend
Hold me, wrap me up
Unfold me
I am small
I'm needy
Warm me up
And breathe me"

By Sia in Colour the Small One

Bom de se ouvir.....

Thursday, September 07, 2006

Hoje

Quero dizer-te que és meu, que vamos ser felizes, que nada nos pára, que acredito.
Quero dizer-te que por vezes não sei lidar com a distância, com a dor de não comunicar, com a ausência de expressão nas palavras que nunca vão substituir um beijo.....nunca vamos desistir, pois não?

Hoje


Hoje quero-te mais do que sempre,
Aqui, agora, eternamente.

Hoje preciso de ti,
na minha vida, no meu mundo.
Saber que existes dentro de mim...

Hoje quero acordar ao teu lado.
Sorrir no teu olhar,
Saber que nunca te vou magoar.

Hoje quero voltar a sentir
os teus braços envoltos
no meu corpo, que não te deixa dormir...

Hoje quero mergulhar no verde
claro do teu mundo de esperança
e amar como uma criança

Hoje quero sentir o teu sabor,
embalar o nosso sonho
e nunca mais sentir esta dor

Da distância que vive entre nós,
que vamos ganhar,
a que nos faz lutar

Por te abraçar,
adormecer na doçura do teu corpo
e nunca mais acordar....

Hoje quero-te, como nunca....como sempre.


Eu não vou.....

Monday, September 04, 2006